Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
28º
MIN 14º MÁX 28º

Custos da produção primária aumentaram 14% em 2022

A ministra da Agricultura anunciou hoje que os custos na produção primária aumentaram 14% em 2022, assinalando que "não há um acompanhamento no aumento do preço no produtor" para enfrentar esta variação.

Custos da produção primária aumentaram 14% em 2022
Notícias ao Minuto

15:01 - 27/03/23 por Lusa

Economia Agricultura

"Na agricultura, o aumento dos custos da produção situou-se nos cerca de 14%, mas quando comparamos com o aumento nos fatores de produção -- fertilizantes, energia, rações para animais --, que é de cerca de 27%, nós percebemos claramente que não há um acompanhamento no aumento do preço no produtor para fazer face a este aumento", afirmou Maria do Céu Antunes à comunicação social durante uma visita à segunda edição da Sagalexpo 2023 -- Sabores de Portugal, que se realiza até quarta-feira na FIL, em Lisboa.

Segundo a governante, 2022 foi "um ano particularmente difícil", com "um acumular de situações", referindo-se aos efeitos que ainda estão latentes da covid-19, da seca, das cheias, da guerra e com a atual crise inflacionista.

No ano passado, o Governo aumentou em 2,6% os apoios à produção, o que, segundo a ministra, permitiu aumentar o volume de produtos produzidos em 7%, mas que, "ainda assim, feitas as contas, houve uma redução de rendimento".

Nesse sentido, o executivo está a "finalizar um acordo que vai atribuir à produção primária um valor adicional para que se possam propor" valores justos para que os consumidores possam "alimentar as suas famílias".

Questionada sobre as medidas que estão a ser trabalhadas, Maria do Céu Antunes referiu que o Governo as vai apresentar "em breve".

No diálogo com os produtores que estavam presentes no certame, a ministra referiu que houve algumas preocupações com a dificuldade na obtenção de mão-de-obra.

"Sabemos que existe a necessidade de continuarmos a acolher cidadãos vindos de outras origens, acolhê-los e dar as melhores condições para trabalharem em Portugal, mas senti, essencialmente, um compromisso coletivo para podermos fazer mais e melhor", afirmou.

Maria do Céu Antunes considerou que a Sagalexpo é uma iniciativa importante para a promoção de produtos portugueses junto de consumidores externos, assinalando que o setor agroalimentar aumentou em 2022 as suas exportações em cerca de 22%.

De acordo com a ministra, a Sagalexpo junta cerca de 300 expositores, mais cerca de 40% face à edição anterior, e conta com uma representação estrangeira "muito significativa, na ordem das 1.000 participações".

Leia Também: Alimentos? Governo a trabalhar para que clientes paguem "valores justos"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório