Meteorologia

  • 25 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

BEI concede empréstimo verde de 450 milhões à RNE

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu um empréstimo de 450 milhões de euros à Redes Energéticas Nacionais (REN) para financiar ligações de energias renováveis e o reforço e modernização da rede portuguesa de transporte de eletricidade.

BEI concede empréstimo verde de 450 milhões  à RNE
Notícias ao Minuto

11:34 - 24/03/23 por Lusa

Economia Eletricidade

Num comunicado conjunto divulgado hoje, as duas entidades destacam que este financiamento "contribuirá para o programa de investimento de cinco anos da REN no transporte de eletricidade (2022-2026), com impacto em diferentes regiões de Portugal" e "servirá de apoio também à ligação e integração de geradores de energias renováveis na rede, contribuindo para um Plano REPowerEU mais abrangente, que visa reduzir a dependência europeia dos combustíveis fósseis".

"Este empréstimo verde de 450 milhões de euros concedido pelo BEI em Portugal é parte integrante do Plano REPowerEU mais abrangente para impulsionar o financiamento da energia verde e apoiar a autonomia e a competitividade da UE [União Europeia]", referem.

Segundo detalham, a contribuição total do BEI de 30.000 milhões de euros para o REPowerEU deverá mobilizar mais de 115 mil milhões de euros de investimento até 2027 no apoio às tecnologias verdes e à independência energética da Europa face aos combustíveis fósseis.

De acordo com o comunicado, espera-se que o projeto sirva de apoio à modernização e ao funcionamento eficiente da rede de transporte de eletricidade em Portugal, visando aumentar a sua capacidade, de modo a permitir a ligação e integração de novos geradores de energias renováveis (4,2 Gigawatt no total) e possibilitar à REN manter a fiabilidade e qualidade do fornecimento de eletricidade.

Para o efeito, está prevista a extensão, renovação e modernização de linhas, subestações e sistemas de controlo e proteção, sendo uma parte do projeto (10%) "dedicada a melhorar a resiliência da rede a eventos relacionados com as alterações climáticas, por exemplo, por intermédio do reforço de torres e cabos".

O programa está geograficamente distribuído por Portugal continental e espera-se que a maioria dos investimentos se realize em zonas designadas por "regiões de coesão".

"Este empréstimo verde ajudar-nos-á a fazer mais e melhor, num sistema energético de crescente complexidade. Reforçará a nossa capacidade de investimento e acelerará o desenvolvimento de novos projetos de rede, os quais aumentarão ainda mais a utilização de energias renováveis", afirma o presidente executivo (CEO) da REN, citado no comunicado.

Segundo destaca Rodrigo Costa, "estes projetos estão integrados num esforço pan-europeu que é absolutamente crucial para uma abordagem bem-sucedida às ameaças das alterações climáticas".

Por sua vez, o vice-presidente do BEI, Ricardo Mourinho Félix, salienta que "redes de energia resilientes e eficientes são fundamentais para a economia e para os cidadãos de um país".

"Estamos muito satisfeitos por reforçar a nossa relação com a REN no apoio à modernização e atualização da rede portuguesa de transporte de eletricidade. Adicionalmente, com este financiamento estamos a promover a ligação de capacidade de geração adicional a partir de fontes de energia renováveis, facilitando, deste modo, o fornecimento de energia verde a famílias e empresas em todo o país. A dimensão do empréstimo reflete também o forte empenho do BEI em ser um dos principais agentes da transição verde em Portugal", sustenta.

Leia Também: Taxa de poupança das famílias cai para 6% em 2022

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório