Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 14º

Ministros europeus discutem com EUA distorção de concorrência

Os ministros da Economia de França, Bruno Le Maire, e Alemanha, Robert Habeck, disseram hoje, em Washington, que receberam "garantias" dos seus interlocutores dos EUA quanto à consideração das preocupações europeias com a lei anti-inflação norte-americana.

Ministros europeus discutem com EUA distorção de concorrência
Notícias ao Minuto

21:18 - 07/02/23 por Lusa

Economia Concorrência

Le Maire e Habeck estiveram reunidos com o principal assessor económico do presidente Joe Biden, Brian Deeese, e as secretárias do Tesouro, Janet Yellen, e do Comércio, Gina Raimondo.

Em conferência de imprensa posterior às reuniões, Le Maire disse que foi adotado um enfoque de avanços "passo a passo" na altura de resolver o problema.

Mas adiantou desde já que se há uma conclusão a tirar das reuniões é "a absoluta necessidade" de os europeus acelerarem os seus esforços na definição e concretização de uma política verde.

Por sua vez, Habeck apontou que as duas partes manifestaram "uma grande disposição" para cooperar e elogiou mesmo a IRA (sigla em Inglês de Lei Anti-Inflação), da qual disse ser "a continuação do 'Green Deal' (Pacto Verde) dos EUA", adiantando que "a União Europeia vai responder com um plano de energia verde".

Considerou ainda que a colaboração transatlântica não se reduza a uma concorrência de subsídios.

A IRA, que inclui ajudas a empresas que invistam em tecnologias limpas, entrou em vigor em 01 de janeiro de 2023, e contempla apoios importantes a empresas que invistam nos EUA.

Em particular, o programa é considerado muito atrativo para as empresas europeias que transfiram a sua produção para os EUA, uma vez que também iriam beneficiar de custos de energia inferiores aos que pagam na Europa.

Leia Também: Lei da Concorrência? "Poderá ser necessário aperfeiçoar" alterações

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório