Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Há "90 empresas" interessadas na semana de quatro dias de trabalho

O número de empresas que manifestaram interesse em aderir ao programa-piloto da semana de trabalho de quatro dias totaliza 90, disse a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

Há "90 empresas" interessadas na semana de quatro dias de trabalho
Notícias ao Minuto

00:15 - 05/02/23 por Lusa

Economia Ana Mendes Godinho

"Temos neste momento, 90 empresas que manifestaram interesse em participar" no projeto, disse a ministra em entrevista à Antena1 e ao Jornal de Negócios, acrescentando que o prazo para a inscrição nos projetos-piloto termina dia 15.

Segundo a ministra, as empresas interessadas em aderir ao projeto da semana de quatro dias de trabalho são de vários setores, sobretudo da indústria, comércio, informação e comunicação, com variedade geográfica e de diferentes dimensões.

Ana Mendes Godinho revelou ainda que, no âmbito do processo de digitalização do ministério, entra em vigor no próximo mês o apoio judiciário na hora para quem precisa de apoio no acesso à justiça.

Quanto às alterações laborais no âmbito da Agenda do Trabalho Digno, a ministra garantiu que, assim que a legislação entrar em vigor, será publicado o diploma que define o limite de isenção para as despesas com teletrabalho.

Já perante o intensificar da contestação social, a governante disse que "estamos num momento em que é evidente que a valorização dos salários é crítica do ponto de vista social".

Ana Mendes Godinho assumiu que o salário mínimo "é mesmo o mínimo, abaixo do qual não é admissível que alguém esteja a trabalhar", mas não se comprometeu com aumentos intercalares no âmbito do processo de avaliação da aplicação do acordo de rendimentos e competitividade assinado em outubro na Concertação Social.

Entre as medidas previstas no acordo, a ministra realçou uma medida dirigida às empresas que contratem jovens com contratos permanentes e um valor mínimo de 1.320 euros de vencimento.

Leia Também: "Portugal não pode desperdiçar uma única criança"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório