Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 30º

Famílias "pagarão menos 2.000 milhões de IRS do que com regras de 2015"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que com a descida do IRS em 2023 as famílias "pagarão menos 2000 milhões do que com as regras de 2015", destacando ainda o aumento do salário mínimo e a atualização de pensões.

Famílias "pagarão menos 2.000 milhões de IRS do que com regras de 2015"
Notícias ao Minuto

13:22 - 31/12/22 por Lusa

Economia António Costa

Através da rede social Twitter, António Costa tem estado a dar conta de um conjunto de alterações que entram em vigor com o início de 2023, sob o lema "#PrometemosCumprimos".

"Em 2023 o IRC descerá para empresas que criem postos de trabalho, aumentem salários, reforcem o seu capital, invistam em inovação e no interior. Voltamos a descer o IRS para as famílias, que pagarão menos 2000 milhões do que com as regras de 2015", pode ler-se numa das publicações.

Segundo o primeiro-ministro, "a partir de dia 01 de janeiro, o salário mínimo nacional aumenta de 705Euro [euros] para 760Euro, um aumento de 7,8%", destacando que assim continuam a ser cumpridos "compromissos assumidos no Acordo de Médio Prazo de Melhoria dos Rendimentos em Concertação Social, em direção aos 900Euro em 2026".

"1,6 milhões de pessoas que recebem estas prestações vão beneficiar do aumento de 8,4% do valor de referência do IAS. Aumentam também as prestações sociais: Complemento Solidário para Idoso, Prestação Social para a Inclusão, Rendimento Social de Inserção, Subsídio Social de Desemprego, e os limites do Abono de Família, do Subsídio de Desemprego e do Subsídio de Doença", destaca ainda.

António Costa enfatiza também que, "com a entrada em 2023, 2,7 milhões de pensionistas vão ter uma atualização das suas pensões mensais".

"Por exemplo, uma pensão média de 500Euro aumenta já em janeiro para 524Euro. Mais do dobro que os aumentos extraordinários de 10Euro que temos tido nos últimos anos", exemplifica.

Leia Também: Entrega do IRS para estrangeiros e com crédito de imposto termina hoje

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório