Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447.485 milhões ao BCE

Os bancos comerciais da zona euro vão devolver ao Banco Central Europeu (BCE) um montante adicional de 447.485 milhões de euros em liquidez a taxas de juro baixas a três anos porque a instituição alterou as condições.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447.485 milhões ao BCE
Notícias ao Minuto

14:01 - 09/12/22 por Lusa

Economia BCE

O BCE disse hoje que o reembolso antecipado será liquidado em 21 de dezembro.

Este montante vem juntar-se aos quase 300.000 milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.

Os bancos comerciais tiveram de notificar o seu banco central nacional até às 17:00 do dia 7 de dezembro, o mais tardar, dos montantes a serem reembolsados antecipadamente.

Estes montantes são vinculativos, uma vez comunicados ao banco central.

Entre setembro de 2019 e dezembro de 2021, o BCE emprestou aos bancos liquidez a três anos a taxas de juro muito baixas, mesmo negativas, para que estes pudessem emprestar rapidamente à economia real, às empresas e às famílias, e assim impulsionar o crescimento económico, especialmente durante a pandemia.

Mas agora quer que os bancos devolvam os empréstimos muito baratos e, para o fazer, agravou as condições das operações.

O BCE começou a aumentar as taxas de juro em julho, aumentou-as novamente em setembro e outubro e deverá voltar a fazê-lo em dezembro.

As taxas de juro do BCE situam-se agora em 2% e a facilidade de depósito, através da qual a instituição remunera os depósitos dos bancos a um dia, em 1,50%.

Leia Também: Lagarde pede aos bancos para criarem "adequadas" provisões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório