Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 18º

Consumo de gás natural reduziu-se e maioria das importações veio dos EUA

A maioria das importações nacionais foi proveniente dos EUA com uma quota de 62%, segundo a Adene.

Consumo de gás natural reduziu-se e maioria das importações veio dos EUA
Notícias ao Minuto

10:58 - 09/12/22 por Notícias ao Minuto

Economia Gás natural

O consumo de gás natural foi de 5.304 gigawatts hora (GWh) em novembro, o que significa uma redução de 5,7% face ao mês homólogo, de acordo com dados divulgados pela Adene - Agência para a Energia, esta sexta-feira. A maioria das importações nacionais foi proveniente dos EUA.

"O mercado elétrico, que corresponde ao gás natural consumido nas centrais de ciclo combinado para a produção de eletricidade, foi responsável por 46,6% do consumo, sendo os restantes 53,4% destinados ao mercado convencional", pode ler-se no comunicado da Adene. 

A maioria das importações nacionais, explica a Adene, "foi proveniente dos EUA com uma quota de 62%, seguindo-se respetivamente, a Nigéria (18,5%), Trinidad e Tobago com (11%) e o gás importado através das interligações com Espanha (8,5%)".

"Destaca-se neste mês uma mudança muito significativa no mix de importação de gás natural; quase dois terços do gás foram adquiridos aos EUA, e o retorno à baixa percentagem do gás importado através das interligações a Espanha (gasodutos)", pode ler-se. 

Notícias ao Minuto Consumo de gás natural reduziu-se e maioria das importações veio dos EUA© Reprodução do site da Adene  

Leia Também: EUA vão aumentar exportações de gás natural para o Reino Unido

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório