Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Bolsa de Lisboa em baixa com Semapa a cair quase 7%

A bolsa de Lisboa estava esta sexta-feira em baixa, a inverter a tendência da abertura, com a Semapa a liderar as perdas, a cair 6,72% para 12,78 euros.

Bolsa de Lisboa em baixa com Semapa a cair quase 7%

Cerca das 9h25 em Lisboa, o PSI descia 0,29% para 5.728,67 pontos, com seis 'papéis' a descerem, oito a subirem e um a manter a cotação (EDP Renováveis em 21,39 euros).

Às ações da Semapa seguiam-se as da Galp e da Greenvolt, que baixavam 1,41% para 11,51 euros e 1,10% para 8,06 euros.

As ações do BCP e da Mota-Engil eram outras das que mais desciam de cotação, designadamente 0,76% para 0,14 euros e 0,17% para 1,21 euros.

Em sentido contrário, as ações da REN, Navigator e CTT subiam de cotação, já que se valorizavam 0,78% para 2,58 euros, 0,49% para 3,21 euros e 0,38% para 3,69 euros.

As ações da Corticeira Amorim e da Altri também estavam a subir, 0,34% para 8,86 euros e 0,19% para 5,32 euros.

As outras três ações que avançavam de cotação registavam acréscimos entre 0,05% e 0,18%.

As principais bolsas europeias estavam hoje mistas, depois de Wall Street ter terminado em alta na quinta-feira.

Wall Street fechou na quinta-feira em alta, depois da divulgação da subida de 230.000 dos números semanais de pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos na semana passada, contra 226.000 na semana anterior, um dado que pode significar que um emprego menos forte pode levar a Reserva Federal dos EUA (Fed) a suavizar a política monetária, afirmam analistas citados pela Efe.

Analistas citados pela Efe explicam que agora entre os investidores se está a espalhar a ideia de que a mudança radical adotada pelas autoridades chinesas na estratégia para combater a covid-19, "acelerando a reabertura do país, vai provocar um forte acréscimo de casos nas próximas semanas, prejudicando o crescimento económico no curto prazo".

Da agenda de hoje destaca-se a publicação nos EUA o índice de preços da produção de novembro e os dados preliminares da Universidade de Michigan da perceção, situação atual, expectativas e inflação.

Na quinta-feira, a Bolsa de Wall Street terminou em alta, com o Dow Jones a subir 0,55% para 33.781,48 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro deste ano.

O Nasdaq fechou a valorizar-se 1,13% para 11.082,00 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro do ano passado.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0571 dólares, contra 1,0544 dólares na quinta-feira, e 0,9585 dólares em 27 de setembro, um mínimo desde junho de 2002.

O euro está a cotar-se acima da paridade face ao dólar desde 7 de novembro, depois de ter estado abaixo da paridade desde 20 de setembro, com exceção para o dia 26 de outubro (1,0076 dólares).

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro de 2023 abriu com tendência descendente no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 76,13 dólares, um mínimo deste ano, contra 76,15 dólares na quinta-feira.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a subir 0,08%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório