Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
16º
MIN 7º MÁX 18º

Seguradoras devem considerar "custo de vida" na política de prémios

A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) recomendou hoje que o setor segurador tenha em conta, na sua política de prémios, a atual pressão causada pela escalada da inflação no rendimento das famílias.

Seguradoras devem considerar "custo de vida" na política de prémios
Notícias ao Minuto

13:31 - 06/12/22 por Lusa

Economia ASF

"Esperam-se dificuldades acrescidas para as famílias, que enfrentam um aumento significativo do custo de vida. Neste contexto, a ASF vem recomendar ao setor que considere, na definição das respetivas políticas de prémios, o seu impacto no rendimento das famílias", refere o regulador numa nota hoje divulgada.

O objetivo, sustenta, é a "mitigação do impacto da conjuntura económica sobre os tomadores de seguros, segurados e beneficiários".

Neste sentido, a ASF diz ter enviado no passado dia 29 de novembro uma circular ao setor em que "sublinha a sua preocupação com diversas matérias que poderão contribuir para mitigar" este impacto.

Em causa está, nomeadamente, a "política de conceção de produtos" e a "correspondente estrutura tarifária", bem como a "ponderação dos ajustamentos tarifários a considerar, sem prejuízo do equilíbrio técnico de exploração dos diversos segmentos de negócio".

No que diz respeito à política de vendas associadas, a ASF recomenda que deve "ser considerado o impacto nos custos e encargos para o tomador do seguro decorrente da contratação de produtos ou subscrição de coberturas que não são essenciais à satisfação das necessidades do cliente".

Ainda defendido pelo regulador é o "esclarecimento dos conceitos de subseguro e de sobresseguro aquando da celebração de um contrato de seguro, bem como das respetivas consequências em caso de sinistro", assim como a "observância das regras estabelecidas para os casos em que, em condições normais, o capital seguro decresce ao longo da vigência da apólice, refletindo tal redução no prémio cobrado".

Adicionalmente, a ASF aconselha às seguradoras o "esclarecimento das consequências da falta de pagamento dos prémios de seguro, informado os tomadores de seguro, nos produtos em que tal esteja previsto, da possibilidade de adotar o pagamento fracionado do prémio".

Ter "cuidado" nos "modelos de negócio adotados, evitando aqueles que, embora rentáveis, não protejam os interesses dos clientes" é outro dos alertas feitos, de forma a fugir a "situações de conflitos de interesses".

Finalmente, o regulador aconselha ao setor segurador um "especial dever de diligência, com a possível celeridade, no âmbito da regularização de sinistros", sem contudo "colocar em causa o apuramento exato da factualidade associada ao sinistro e a avaliação criteriosa dos danos, prevenindo situações de fraude".

Leia Também: BIS alerta para estabilidade financeira devido a dívida em dólares

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório