Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Plano Ferroviário propõe retomar ligação entre Cantanhede e Coimbra

A proposta de Plano Ferroviário Nacional (PFN), que está em consulta pública, propõe o retomar da ligação ferroviária entre Cantanhede e Coimbra, reativando o troço de linha férrea desativado desde 2009, afirmou o Ministério das Infraestruturas.

Plano Ferroviário propõe retomar ligação entre Cantanhede e Coimbra
Notícias ao Minuto

16:29 - 30/11/22 por Lusa

Economia Plano Ferroviário

O documento, que se encontra em consulta pública, apresenta, na área da região de Coimbra, aquele que era o ramal da Figueira da Foz, também conhecido como ramal da Pampilhosa, que passava por Cantanhede e que tinha ligação à Linha do Norte e à Linha da Beira Alta.

Questionado pela agência Lusa, o Ministério das Infraestruturas e da Habitação confirmou que a versão agora em consulta pública "propõe o retomar de um serviço ferroviário entre Cantanhede e Coimbra, colocando como hipótese de partida a criação futura de ligações frequentes entre Figueira da Foz e Cantanhede, passando por Coimbra e usando o troço atualmente desativado de linha férrea entre Pampilhosa e Cantanhede".

Segundo o Ministério das Infraestruturas e da Habitação, "trata-se de uma hipótese de partida que não exclui necessariamente outras opções que se venham a revelar pertinentes".

Nesse sentido, o ministério salientou que o grupo de trabalho do PFN "mantém um diálogo aberto com a CIM [Comunidade Intermunicipal] de Coimbra para analisar os diferentes eixos em estudo para a futura expansão do Sistema de Mobilidade do Mondego [SMM] numa lógica de complementaridade com a ferrovia".

Um estudo encomendado pela CIM da Região de Coimbra e recentemente divulgado propõe uma extensão do SMM, que vai funcionar com recurso a autocarros elétricos, para Cantanhede, aproveitando, em alguns momentos, o ramal da Figueira da Foz.

Em 2013, o na altura presidente da Câmara de Cantanhede, João Moura, defendia a reativação daquela linha.

Em 2014, a CIM da Região de Coimbra defendeu a requalificação do ramal que liga a Figueira da Foz à Pampilhosa, tendo voltado a defender a mesma proposta em 2017.

No entanto, a CIM acabou por apresentar uma candidatura a fundos comunitários de um projeto de transformação em ecopista do antigo ramal da Figueira da Foz, que acabou por ser recusada em fevereiro de 2021.

O ramal da Pampilhosa fazia a ligação entre aquela estação, na linha do Norte, e a Figueira da Foz, e foi desativado, por razões de segurança, a 05 de janeiro de 2009, na altura para a realização de obras de modernização que nunca se verificaram.

Em 2011, o processo de reabertura foi suspenso.

Leia Também: Parlamento da Madeira aprova programa de apoio ao crédito à habitação

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório