Meteorologia

  • 30 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 3º MÁX 12º

Bolsa de Hong Kong perde mais de 3% na abertura após protestos na China

A bolsa de Hong Kong abriu hoje a cair mais de 3%, na sequência de manifestações em várias cidades chinesas contra a rígida política de "zero covid" de Pequim.

Bolsa de Hong Kong perde mais de 3% na abertura após protestos na China
Notícias ao Minuto

06:23 - 28/11/22 por Lusa

Economia Bolsas

O índice Hang Seng perdeu 3,26% na abertura, enquanto em Xangai, onde se registaram conflitos entre manifestantes e as forças de segurança, o principal indicador perdeu 1,5%.

A bolsa de Shenzhen, cidade adjacente a Hong Kong, perdeu 1,54%.

Várias grandes cidades, como Pequim, Xangai, Nanjing e Urumqi, registaram manifestações, no fim de semana, para denunciar os excessos do confinamento, com algumas pessoas a gritar slogans antigovernamentais, numa rara demonstração de hostilidade contra o regime e a rigorosa política "zero covid", aplicada desde o início da pandemia, em 2020.

Ao abrigo daquela política, a China impõe o bloqueio de bairros ou cidades inteiras, a realização constante de testes em massa e o isolamento de todos os casos positivos e respetivos contactos diretos em instalações designadas, muitas vezes em condições degradantes.

Leia Também: Bolsas europeias mistas, preocupadas com expansão da Covid-19 na China

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório