Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Presidente do Banco Mundial vê como provável recessão na Europa

O presidente do Banco Mundial (BM), David Malpass, disse ver como provável um cenário de recessão na Europa, considerando ser possível que demore anos ao mundo conseguir alternativas energéticas à Rússia.

Presidente do Banco Mundial vê como provável recessão na Europa
Notícias ao Minuto

07:12 - 29/09/22 por Lusa

Economia Recessão

Malpass definiu na quarta-feira a situação macroeconómica global como uma "tempestade perfeita", capaz de levar a uma situação de 'estagflação', ou seja, alta inflação e baixo ou nenhum crescimento económico.

O presidente do BM fez essas previsões num discurso na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, intitulado "A crise enfrenta o desenvolvimento" e apresentado pela instituição financeira internacional como prelúdio da reunião de outono que começará em duas semanas.

A partir de 10 de outubro, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão realizar a tradicional reunião anual em Washington, na qual serão atualizadas as previsões de crescimento global e detalhadas por país.

De acordo com o modelo de nomeação predeterminado, os EUA escolhem o presidente do BM, enquanto a Europa decide quem lidera o FMI.

Uma escassez de energia mais grave, especialmente de gás natural, poderá aumentar a inflação da zona euro em 1,5 pontos percetuais e reduzir o crescimento na Europa em mais de 1,2 pontos percentuais, levando a uma recessão, alertou na segunda-feira a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Leia Também: Economista que previu crise de 2008 vê recessão "longa e feia" nos EUA

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório