Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Lucros da Toyota Caetano sobem 150% no 1.º semestre para 7,4 milhões

Os lucros da Toyota Caetano aumentaram 150% no primeiro semestre, em termos homólogos, de três milhões de euros para 7,4 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

Lucros da Toyota Caetano sobem 150% no 1.º semestre para 7,4 milhões
Notícias ao Minuto

18:57 - 28/09/22 por Lusa

Economia Toyota Caetano

De acordo com o relatório de contas da empresa, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o volume de negócios do grupo Toyota Caetano registou um crescimento de 24,8% face ao semestre homólogo do ano passado, alcançando 232 milhões de euros, "ultrapassando inclusive valores pré-pandemia" (229 milhões de euros em junho de 2019).

"No decorrer do primeiro semestre de 2022 foi possível verificar uma trajetória de crescimento sólida apesar dos efeitos negativos que o conflito na Ucrânia tem vindo a disseminar por toda a Europa", refere o relatório.

A empresa assinala que "o aumento dos preços dos combustíveis, a inflação generalizada e a persistência dos constrangimentos no fornecimento de semicondutores, que surgiram ainda em contexto pandémico e que continuam a influenciar negativamente as disponibilidades de viaturas para entrega, estão a condicionar toda a atividade da Toyota Caetano Portugal".

Ainda assim, "o lucro bruto acompanhou o crescimento do volume de negócios, verificando-se até um ligeiro aumento no peso deste indicador no volume de negócios (0,4 p.p.) quando comparado com igual métrica relativamente ao primeiro semestre de 2021".

Já o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu 23,281 milhões de euros, um crescimento de 23,4% face aos 18,861 milhões de euros.

O grupo indica ainda que "no primeiro semestre de 2022 foi alienado um imóvel contribuindo positivamente" para o resultado consolidado do Grupo Toyota Caetano Portugal.

O relatório indica ainda que o grau de autonomia financeira do grupo se situa em 44,0%, 0,55 p.p. abaixo do registado em 31 dezembro 2021.

"Esta variação tem a ver com o aumento verificado na atividade de 'rent-a-car' que se traduz no aumento do valor do ativo fixo tangível", indica.

Leia Também: Construtora automóvel Toyota põe fim à produção de veículos na Rússia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório