Meteorologia

  • 09 FEVEREIRO 2023
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 17º

Passageiros desembarcados nos portos dos Açores em julho aumentam 30%

O número de passageiros desembarcados nos portos dos Açores em julho registou um crescimento de 30% face ao período homólogo, mas ficou abaixo do assinalado em 2019, segundo números revelados hoje pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

Passageiros desembarcados nos portos dos Açores em julho aumentam 30%
Notícias ao Minuto

20:25 - 31/08/22 por Lusa

Economia Açores

Em julho, desembarcaram nos Açores 82.008 passageiros provenientes de transportes marítimos, o que representa um crescimento de 30% face aos números verificados no mesmo mês em 2021 (63.098), de acordo com os dados disponibilizados na página da Internet do SREA, consultados pela Lusa.

Já em comparação com julho de 2019, em que foram contabilizados 98.451 passageiros desembarcados nos portos dos Açores, houve um decréscimo de 16,7%.

Em 2019, período anterior à pandemia de covid-19, todas as ilhas do arquipélago tinham, no verão, ligações marítimas de passageiros, o que não acontece em 2022.

Ainda assim, no mês de junho, o número de passageiros desembarcados tinha superado os valores de 2019.

Entre maio e setembro, a empresa Atlânticoline, que assegura o transporte marítimo de passageiros nos Açores, ligava todas as ilhas do arquipélago (com exceção do Corvo), numa operação com navios de maior dimensão, cancelada desde 2020.

Nos meses de verão, há agora apenas ligações marítimas entre as ilhas do grupo central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) e entre as Flores e o Corvo.

No valor acumulado de janeiro a julho, registou-se também um crescimento face a 2021, de 223.614 passageiros desembarcados para 269.555 (20,5%).

Já em relação a 2019, em que se tinham registado 296.775 desembarques, houve um decréscimo de 9,2%.

As ilhas do Pico e do Faial, com 124.521 e 116.374 passageiros desembarcados, respetivamente, foram as que registaram maior movimento nos primeiros sete meses do ano.

Apenas a ilha Graciosa (que só tem ligações marítimas no verão) apresentou um decréscimo em comparação com o período homólogo, baixando de 1.020 para 966 desembarques (-5,3%).

A maior subida, em termos percentuais, registou-se no grupo ocidental, com as Flores (1.212 desembarques) a cresceram 52,5% e o Corvo (1.172 desembarques) a crescer 55%.

A ilha Terceira, que à semelhança da Graciosa só tem ligações marítimas de passageiros no verão, cresceu 29,4%, face a 2021, apresentando 1.876 desembarques nos primeiros sete meses do ano.

O Pico registou um aumento de 20,9%, o Faial de 20,6% e São Jorge, com 23.434 desembarques, de 16,6%.

Leia Também: Recuperação de habitação em Angra do Heroísmo com 68 milhões do PRR

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório