Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 25º

Portal da Queixa. Reclamações contra bilheteiras disparam com Coldplay

See Tickets é a entidade com maior número de queixas.

Portal da Queixa. Reclamações contra bilheteiras disparam com Coldplay
Notícias ao Minuto

17:35 - 26/08/22 por Notícias ao Minuto

Economia Reclamações

A vinda dos Coldplay a Portugal continua a dar que falar e, segundo o Portal da Queixa, dispararam as queixas contra as bilheteiras, tal como revela um comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Os dados divulgados pelo portal mostram que “as reclamações dirigidas às bilheteiras começam a avolumar-se” e “já são quase 70”. A See Tickets é a entidade com maior número de queixas, reunindo 63% do total. 

“Assim que foi anunciada a vinda dos Coldplay a Portugal, os fãs ficaram de olho nas bilheteiras. Depois de esgotarem praticamente quatro concertos no Estádio Cidade de Coimbra, para os dias 17, 18, 20 e 21 de maio de 2023, há muitos fãs que não conseguiram bilhetes, mas também, há muitos que se queixam de problemas no ato da compra. As reclamações não se fizeram esperar”, nota o portal.

Segundo o Portal da Queixa, já foram registadas 68 reclamações dirigidas às bilheteiras. A See Tickets conta com 43, segue-se a Ticketline, com 23, e a Worten, com duas. 

Os problemas reportados pelos consumidores relacionados com a compra de bilhetes são “vários”. “No caso da See Tickets, a queixa principal está relacionada com o download/acesso aos bilhetes. Já com a Ticketline, o principal motivo de reclamação reporta-se às filas de espera virtuais”, indica o Portal.

Quando à Worten, “entre os problemas apontados, há o caso de um consumidor, com mobilidade reduzida, que se queixa de não ter sido dada prioridade na fila e, um outro caso, que reclama da falta de bilhetes na loja de Penafiel”.

Leia Também: Bilhetes? PSP avisa que "especulação é crime". Saiba o que está em causa

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório