Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2022
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 22º

Governo anuncia novo investimento no SIRESP para assegurar comunicações

O concurso público que vai ser lançado tem o valor base de 4,2 milhões de euros.

Governo anuncia novo investimento no SIRESP para assegurar comunicações
Notícias ao Minuto

19:00 - 13/08/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

Economia Incêndios

O Sistema Integrado de Redes de Emergência e de Segurança de Portugal (SIRESP) vai ter um novo investimento para equipamentos de redundância, que asseguram as comunicações via satélite em caso de falha dos circuitos terrestres, anunciou este sábado o Governo.

De acordo com o comunicado do Ministério da Administração Interna enviado às redações, o concurso público que vai ser lançado "tem o valor base de 4,2 milhões de euros e destina-se à aquisição, instalação, configuração e colocação de 612 equipamentos router de agregação de serviços (RAS) para a rede SIRESP".

O gabinete acrescenta que o concurso prevê a garantia de 24 meses e respetivo serviço de suporte técnico.

O Governo tinha anunciado, no final de junho, aquando do lançamento do concurso público internacional da rede, que o SIRESP iria ter um investimento de 150 milhões de euros nos próximos cinco anos. Este é "mais um passo na concretização da estratégia de reforço e de autonomia da rede nacional de emergência e segurança", tal como anunciado nessa ocasião.

Ainda segundo a tutela, parte destes equipamentos são já destinados aos Açores e à Madeira, "no âmbito de um investimento mais amplo de alargamento da rede SIRESP às regiões autónomas e que se prevê concluído em 2023".

A autorização do Ministério da Administração Interna para que a Secretaria-Geral da Administração Interna assuma os encargos orçamentais deste investimento foi ontem publicada em Diário da República.

Segundo o Ministério, desde 2017, a rede SIRESP recebeu vários investimentos, "nomeadamente para dotar a rede da capacidade de redundância ao nível dos circuitos de transmissão, tendo sido as 451 Estações Base dotadas dos equipamentos necessários para a transmissão via satélite", sendo atualmente os 'routers' propriedade do fornecedor do circuito satélite.

"Em linha com a estratégia assumida pelo Ministério da Administração Interna e pela SIRESP, SA, pretende-se transferir a totalidade da gestão da rede SIRESP para o Estado, pelo que a aquisição destes novos 'routers' é um passo determinante para a autonomia e soberania do sistema, salvaguardando o interesse público, com transparência", defende a tutela.

Em junho, o Ministério da Administração Interna apresentou o concurso público internacional para o fornecimento de serviços ao SIRESP com um valor de 75 milhões de euros para cinco anos, acrescido de um investimento de 36,5 milhões de euros a lançar pela secretaria-geral do MAI, com recurso a financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e de uma verba adicional de 38,5 milhões de euros destinada ao seu financiamento e permanente atualização.

A proposta do concurso público internacional, que vai decorrer até ao final do ano, é composta por sete lotes.

Desde 1 de julho de 2021 que está em vigor o modelo transitório de gestão deste sistema de comunicações de emergência, que tem uma duração de 18 meses, terminando em 31 de dezembro.

Nesse sentido, o concurso público internacional tem de estar concluído até ao final do ano.

[Notícia atualizada às 20h21]

Leia Também: PSD exige ao Governo humildade par reconhecer o que está mal no SIRESP

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório