Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
24º
MIN 14º MÁX 25º

Inflação em Moçambique bate novos máximos e chega a 11,77%

A inflação homóloga em Moçambique foi de 11,77 % em julho, o valor mais alto dos últimos quatro anos e 10 meses, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Inflação em Moçambique bate novos máximos e chega a 11,77%
Notícias ao Minuto

17:26 - 12/08/22 por Lusa

Economia Moçambique

A inflação homóloga em junho tinha sido de 10,81% e subiu 96 pontos base em julho (ainda assim, a um ritmo mais lento que os 150 pontos base de maio para junho), segundo o novo boletim do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

É preciso recuar até agosto de 2017 para encontrar um valor mais alto: na altura a inflação foi de 14,13%, no rescaldo do choque provocado pelas dívidas ocultas.

A subida que se verifica desde o início do ano está em linha com o clima inflacionista global causado pela guerra na Ucrânia e o aumento do preço dos combustíveis.

As divisões de alimentação, bebidas não alcoólicas e transportes voltaram a ser as que mais contribuíram para o aumento de preços em Moçambique.

Os valores do IPC são calculados pelo INE a partir das variações de preço de um cabaz de bens e serviços, com dados recolhidos nas cidades de Maputo, Beira e Nampula.

Em termos acumulados, desde início do ano, a inflação de 2022 em Moçambique está agora em 7,10%.

Leia Também: EUA investe 10 milhões para acesso de raparigas à educação em Moçambique

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório