Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
25º
MIN 12º MÁX 27º

Moçambique e Esuatini com ligação ferroviária direta para mercadorias

Moçambique e o Reino de Esuatini (antiga Suazilândia) assinaram um acordo para a "circulação direta" de comboios, um instrumento que vai reforçar a circulação de mercadorias, com destaque para o carvão, através da fronteira de Goba, anunciou fonte oficial.

Moçambique e Esuatini com ligação ferroviária direta para mercadorias
Notícias ao Minuto

11:47 - 08/08/22 por Lusa

Economia Moçambique

"Como impacto imediato do acordo assinado, a linha férrea de Goba vai duplicar o número diário de comboios de carvão, passando dos atuais dois para quatro, disse Mateus Magala, ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, citado hoje pelo diário Notícias.

Com o novo acordo, a circulação dos comboios de um país para o outro vai ser feita sem que haja uma paragem obrigatória na fronteira de Goba, que liga Moçambique e Esuatini.

O acordo foi assinado entre as empresas ferroviárias Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e a Esuatini Railways.

Segundo o governante, o volume de carvão transportado vai aumentar de 3.600 toneladas para 7.200 toneladas por dia, num entendimento que representa a "concretização da zona africana de livre comércio".

De acordo com dados avançados pelo ministro moçambicano, foram transportadas no ano passado, através da linha férrea de Goba, um total de 190 mil toneladas de carga proveniente de Esuatini, esperando-se, para este ano, o manuseamento de cerca de 788 mil toneladas.

Leia Também: Moçambique diz que tem responsabilidade acrescida na transição energética

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório