Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 27º

Bolsas europeias em baixa, efeito da mudança de políticas monetárias

As principais bolsas europeias negociavam hoje em baixa, num contexto em que os mercados se viram afetados pela forte inflação, a mudança de políticas monetárias dos bancos centrais e receios de uma recessão.

Bolsas europeias em baixa, efeito da mudança de políticas monetárias

Cerca das 09:00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 recuava 1,51% para 407,17 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt baixavam 1,55%, 1,97% e 2,08%, bem como as de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 1,04% e 1,34%, respetivamente.

Depois de abrir em baixa, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando cerca das 09:00 o principal índice, o PSI, a cair 1,01% para 6.070,02 pontos.

Na quarta-feira Wall Street fechou mista devido aos receios de uma recessão num dia em que os presidentes da Reserva Federal dos EUA (Fed) e do Banco Central Europeu (BCE) se mantiveram posições firmes contra a inflação.

O facto de a China ter reiterado a sua estratégia de "tolerância zero" face à covid-19, que "baixou o objetivo de uma reativação das cadeias de abastecimentos depois de ter suavizado as restrições no dia anterior", afirmam analistas da Renta$, citados pela Efe.

Hoje, o foco de atenção dos investidores será a publicação o deflator do consumo privado subjacente de maio nos EUA, o indicador de inflação preferida da Fed, que poderia confirmar que já alcançou o valor máximo, segundo os analistas.

Na sessão de hoje também será conhecida a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido, a taxa de desemprego na zona euro e os pedidos de desemprego semanais nos EUA.

Outro foco de atenção dos investidores será a reunião de hoje da OPEP+.

No outro lado do Atlântico, Wall Street terminou mista na quarta-feira, com o Dow Jones a subir 0,27% para 31.029,31 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro deste ano.

O Nasdaq fechou a desvalorizar-se 0,03% para 11.177,89 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro do ano passado.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0432 dólares, contra 1,0446 dólares na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em agosto abriu também em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 115,29 dólares, contra 116,26 dólares na quarta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório