Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 25º

Costa destaca preço da luz com teto ibérico. "Poupança propaga-se"

Em causa está o mecanismo ibérico que define um regime excecional para a fixação dos preços no Mercado Ibérico de Eletricidade. Costa fala em "boas notícias", diz que a poupança hoje é de 77,36 euros e adianta que a "poupança propaga-se pela economia".

Costa destaca preço da luz com teto ibérico. "Poupança propaga-se"
Notícias ao Minuto

07:56 - 30/06/22 por Beatriz Vasconcelos

Economia Energia

O primeiro-ministro, António Costa, destacou, esta quinta-feira, que o mecanismo ibérico criado para fazer face aos preços da eletricidade tem permitido que as famílias e empresas poupem, sublinhando que hoje o desconto é de 77,36 euros em virtude da aplicação do teto máximo. 

"Boas notícias. Os primeiros 15 dias de aplicação do mecanismo ibérico permitiram às famílias e às empresas em mercado livre beneficiarem de uma redução do preço do MWh [megawatt-hora], que variou dia a dia, com um mínimo de -10,60€ e um máximo de -79,42€. Hoje a redução é de -77,36€", escreveu o primeiro-ministro, na rede social Twitter. 

António Costa considera ainda que esta poupança é positiva não só para os clientes de eletricidade, como também para a economia nacional: 

"Esta poupança propaga-se pela economia: ajuda as nossas empresas a continuar a operar, contribui para manter postos de trabalho e mitiga os aumentos dos preços dos bens que consumimos", adiantou o primeiro-ministro. 

Há duas semanas, recorde-se, o Ministério do Ambiente e Ação Climática adiantou que o mecanismo ibérico que define um regime excecional para a fixação dos preços no Mercado Ibérico de Eletricidade (MIBEL) produzia efeitos no mercado de eletricidade desde o dia 15 de junho.

Como funciona o teto ibérico? 

"Com caráter excecional, o mecanismo surge na sequência da escalada de preços no mercado do gás (em máximos históricos), com consequências diretas nos preços da eletricidade", referiu, indicando que "a medida vigorará até 31 de maio de 2023, englobando o período de maior consumo de eletricidade (outono e inverno)".

Assim, "durante este período será definido um preço máximo médio de 48,75 euros por megawatt-hora para o gás natural utilizado nas centrais termoelétricas para produção de eletricidade".

De acordo com o Executivo, os objetivos deste mecanismo passam por "limitar a escalada dos preços da eletricidade e proteger quem está mais exposto aos preços do mercado à vista (SPOT), beneficiando também os restantes consumidores de eletricidade à medida que renovem os seus contratos de fornecimento".

Leia Também: "Todos os dias tem havido poupança" no preço da luz com teto ibérico

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório