Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2022
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Aeroporto. Plataforma defende que se avance para construção em Alcochete

A "Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não" defendeu hoje que o Governo encurte prazos e avance com estudos para a construção de uma pista complementar em Alcochete, em vez de avançar com uma solução transitória no Montijo.

Aeroporto. Plataforma defende que se avance para construção em Alcochete
Notícias ao Minuto

21:26 - 29/06/22 por Lusa

Economia Aeroporto

"Finalmente, o Governo, que se esforçou durante muito tempo para dizer que não havia 'plano B', reconheceu que Alcochete é a solução que interessa ao país, a solução estruturante", disse à agência Lusa José Encarnação, porta-voz da plataforma, que se opõe à construção do aeroporto no Montijo.

O Governo pretende avançar com uma solução transitória no Montijo para estar em atividade no final de 2026, construir o novo aeroporto em Alcochete até 2035 e, quando este estiver operacional, fechar o aeroporto Humberto Delgado.

O executivo decidiu não adjudicar a avaliação ambiental estratégica do novo aeroporto de Lisboa ao consórcio COBA/Ineco e entregar ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) essa avaliação, estimando que demore entre 12 a 18 meses.

Em declarações à Lusa, José Encarnação reconheceu "como positiva" a entrega da avaliação ambiental ao LNEC, mas considerou existir "uma grande contradição que é preciso resolver".

Se o Governo deixa cair a avaliação "nos termos em que estava a decorrer através do concurso público, por que razão é que vai ser entregue ao LNEC a tarefa de realizar a mesma avaliação ambiental estratégica" quando "a decisão já está tomada", questionou.

Lembrando que já em 2008 o LNEC tinha feito uma avaliação ambiental comparativa entre Ota e Alcochete, e que "muito trabalho já foi feito", José Encarnação questionou também por que razão "não se encurtam os prazos" avançando já para a solução Alcochete, ao invés da solução transitória que vai "duplicar ou triplicar os gastos".

"Não bate a bota com a perdigota", salientou, recordando que o motivo apresentado para se optar para uma solução transitória é "acelerar a necessidade de aumentar a capacidade aeroportuária de Lisboa".

O porta-voz da plataforma questionou ainda o que é que se fará ao Montijo quando estiver concluído o aeroporto em Alcochete: irá manter-se como estrutura complementar ou irá "destruir-se uma base aérea que fazia a busca e salvamento em Portugal, desde a região Sul até Santa Maria das Flores", disse.

O Governo tem uma nova solução aeroportuária para Lisboa, que passa pela construção, até 2026, de um novo aeroporto no Montijo, e por encerrar o aeroporto Humberto Delgado, quando estiver concluído o de Alcochete.

O plano passa por acelerar a construção do aeroporto do Montijo, uma solução para responder ao aumento da procura em Lisboa, complementar ao aeroporto Humberto Delgado, até à concretização do aeroporto em Alcochete, apontada para 2035, segundo o Ministério das Infraestruturas.

O Governo atribuiu ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil a elaboração do Plano de Ampliação da Capacidade Aeroportuária da Região de Lisboa e respetiva avaliação ambiental estratégica, o estudo da construção do aeroporto do Montijo, enquanto infraestrutura de transição, e do novo aeroporto 'stand alone' (único) no Campo de Tiro de Alcochete.

A Lusa tentou ouvir o presidente da Associação de Municípios da Região de Setúbal sobre esta solução, mas não foi possível contactar André Martins, que é também presidente da Câmara de Setúbal.

Leia Também: Montijo diz que infraestrutura no concelho dá resposta às necessidades

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório