Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Eis o principal destino dos portugueses que viajaram de avião em 2021

Um em cada quatro portugueses que fizeram viagens de avião nesse ano teve como destino os Açores, segundo a Marktest.

Eis o principal destino dos portugueses que viajaram de avião em 2021
Notícias ao Minuto

08:38 - 29/06/22 por Notícias ao Minuto

Economia Viagens

Os Açores foram o destino mais frequente dos portugueses que viajaram de avião em 2021, de acordo com dados divulgados, na terça-feira, pela Marktest

"Segundo os resultados da vaga global de 2021 do estudo TGI da Marktest, um em cada quatro portugueses que fizeram viagens de avião nesse ano teve como destino os Açores", adianta a empresa, em comunicado. 

Ao que indica o mesmo estudo, este destino "ganhou relevância" em 2021 face aos anos anteriores, em termos relativos, "representando 25,5% dos indivíduos que viajaram de avião em 2021 (referência: fizeram-no nos últimos 12 meses)". 

A Marktest sublinha que estes dados são referentes a "um ano marcado pelas limitações de deslocação impostas pela pandemia de Covid19 e em que se assistiu a uma acentuada quebra no número dos que realizaram viagens por este meio de transporte". 

"Espanha, um país que tradicionalmente ocupa a primeira posição nestas escolhas, ficou em segundo [lugar], com 23,1% dos que viajaram desta forma a indicá-lo como destino e o Reino Unido ocupou a 3.ª posição, com 13,6% das referências dentro destes viajantes", adianta ainda a Marktest. 

O estudo revela também que mais de 80% dos indivíduos que viajaram de avião o fez por motivo de férias ou lazer.

Leia Também: Kherson prepara referendo sobre integração na Rússia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório