Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

Bolsas europeias em queda após decisão do BCE

As principais bolsas europeias negociavam hoje em baixa, um dia após o Banco Central Europeu (BCE) ter decidido manter as taxas de juro e terminar, em julho, as compras líquidas de ativos ao abrigo do programa APP.

Bolsas europeias em queda após decisão do BCE
Notícias ao Minuto

09:32 - 10/06/22 por Lusa

Economia Bolsas

Pelas 08:31 (hora de Lisboa), o EuroStoxx 600 recuava 1,11% para 429,58 pontos.

A bolsa de Paris baixava 1,39%, Madrid 1,07%, Frankfurt 0,95% e Londres 0,65%.

Por sua vez, a bolsa de Lisboa seguia a mesma tendência registada na abertura, com o PSI a perder 1,59% para 6.200,74 pontos.

A liderar as descidas estava a GreenVolt, que retrocedia 4,40% para 7,17 euros.

Na quinta-feira, o BCE manteve as taxas de juro, mas anunciou que as compras líquidas de ativos ao abrigo do programa APP terminam em julho, mês no qual avança com uma subida de 25 pontos base.

De acordo com o comunicado divulgado após o fim da reunião de política monetária, a instituição presidida por Christine Lagarde anunciou que decidiu manter para já a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito em 0,00%, 0,25% e -0,50%, respetivamente.

No entanto, confirmou a expectativa de que as aquisições líquidas de ativos ao abrigo do seu programa de compra de ativos (Asset Purchase Programme -- APP) sejam concluídas a partir de 01 de julho e anunciou que irá aumentar a taxa de juro diretora em 25 pontos base na reunião de julho.

A presidente do BCE não descartou uma subida de 50 pontos base nas taxas de juro em setembro, se a taxa de inflação continuar a acelerar, após anunciar que o primeiro aumento em 11 anos irá ocorrer em julho.

"A flexibilidade irá continuar a ser um elemento da política monetária", disse a responsável do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, em conferência de imprensa, depois de explicar que, numa análise prospetiva, a instituição espera "aumentar as taxas de juro diretoras do BCE novamente em setembro".

Christine Lagarde salientou que "a calibração deste aumento das taxas dependerá das perspetivas atualizadas para a inflação a médio prazo".

A bolsa de Wall Street encerrou em baixa na quinta-feira, com o índice Dow Jones a desvalorizar-se 1,94% para 32.272,79 pontos.

O tecnológico Nasdaq baixou 2,75% para 11.754,23 pontos e o índice alargado S&P 500 totalizou menos 2,38% para 4.017,82 pontos.

A nível cambial, às 08:46 em Lisboa, o euro negociava a 1,0634 dólares, quando na quinta-feira, pelas 18:00, seguia a 1,0653 dólares.

No mercado das matérias-primas, o Brent, petróleo de referência da Europa, estava a cair 0,29% para 122,7 dólares (aproximadamente 115 euros.

Leia Também: Bolsa de Lisboa encerra em queda e acompanha tendência da Europa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório