Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Lucro da Altri mais do que duplica para 29,8 milhões no 1.º trimestre

A Altri totalizou 29,8 milhões de euros de lucro nos primeiros três meses do ano, mais do dobro face aos 12,2 milhões de euros apurados em igual período de 2021, foi hoje anunciado.

Lucro da Altri mais do que duplica para 29,8 milhões no 1.º trimestre
Notícias ao Minuto

18:27 - 26/05/22 por Lusa

Economia Altri

"O resultado líquido do grupo Altri atingiu cerca de 29,8 milhões de euros, um aumento significativo face aos 12,2 milhões de euros registados no primeiro trimestre de 2021, já sem a GreenVolt que passou a ser considerada 'operação descontinuada' em termos de reporte de informação financeira", indicou, em comunicado, a empresa.

Por sua vez, as receitas totais ascenderam a 249,2 milhões de euros até março, um aumento de 46,5% face ao período homólogo.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) fixou-se em 61 milhões de euros, mais 85,6% face ao primeiro trimestre do ano anterior.

Até março, os custos totais representaram 188,2 milhões de euros, uma subida de 37,2% em comparação com o primeiro trimestre de 2021.

O investimento líquido realizado pelo grupo foi de 6,8 milhões de euros, entre janeiro e março.

Já a dívida líquida situou-se, no final do primeiro trimestre, 303,3 milhões de euros, abaixo dos 344 milhões de euros contabilizados no final de 2021.

"O grupo Altri manteve um forte desempenho nos primeiros três meses deste ano, prosseguindo o trabalho de excelência realizado em 2021. Apresentámos um elevado nível de produção de fibras celulósicas, acabando por beneficiar da forte procura, mas também da continuação da tendência crescente nos preços nos mercados internacionais", afirmou, citado no documento, o presidente executivo da Altri, José Soares de Pina.

O volume total de fibras celulósicas produzido nas unidades do grupo Altri (Celbi, Biotek e Caima) atingiu as 280.300 toneladas, praticamente em linha com o período homólogo.

No período em análise, o volume de vendas destas fibras foi de 298.100 toneladas, um recuo de 2,1%, face ao primeiro trimestre de 2021, "com os mercados externos a absorverem 255.600 toneladas, o equivalente a 86% do total".

O grupo sublinhou ainda que a inflação generalizada "é um desafio bastante presente no início de 2022", que tenta gerir da melhor forma.

"O aumento de custos como o gás natural, químicos assim como um maior nível de importação de madeira acaba por levar a um acréscimo relevante dos custos de produção por tonelada. Por outro lado, a alteração do regime energético regulado para mercado durante o primeiro trimestre de 2022, melhorou significativamente o saldo energético do grupo Altri", concluiu.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da Altri subiram 3,79% para 6,02 euros.

[Notícia atualizada às 18h48]

Leia Também: Lucro da Alibaba cai 59% no ano fiscal concluído março de 2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório