Meteorologia

  • 05 JULHO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 32º

Londres quer canalizar 'novo capital' do FMI para África e pede apoio

O Reino Unido mostrou-se, esta quarta-feira, disponível para realocar alguns dos seus Direitos Especiais de Saque (DES) para África através do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e apelou a outros países desenvolvidos para que se lhe juntem.

Londres quer canalizar 'novo capital' do FMI para África e pede apoio
Notícias ao Minuto

16:50 - 25/05/22 por Lusa

Economia FMI

"Vou ser muito clara. O Reino Unido gostaria de realocar alguns dos seus DES através do BAD", disse a vice-diretora do Gabinete para os Negócios Estrangeiros, a Commonwealth e o Desenvolvimento do Reino Unido, Vicky Ford, numa sessão dos encontros anuais do BAD, a decorrer em Acra até sexta-feira.

O Banco Africano de Desenvolvimento tem apelado a que seja autorizado a redistribuir os DES do Fundo Monetário Internacional (FMI) porque, segundo o banco, só assim será possível alavancar esse valor em até quatro vezes.

O continente africano tem direito a 33 mil milhões de dólares (cerca de 27,6 mil milhões de euros) dos 650 mil milhões de dólares, quase 545 mil milhões de dólares, que o FMI emitiu em DES para ajudar as economias a recuperarem da pandemia, mas esse valor é claramente insuficiente para as necessidades de África, pelo que alguns países desenvolvidos aceitaram realocar parte dos DES que lhes cabiam, algo que ainda não se concretizou.

Esta quarta-feira, Vicky Ford explicou que, para que seja viável realocar alguns dos seus DES através do BAD, o Reino Unido e outros parceiros terão de desenhar mecanismos que permitam cumprir os requisitos legais.

"É aqui que é complicado. Para cumprir a legalidade, não podemos canalizar os DES para o BAD sozinhos, precisamos que um grupo de países o façam juntos. Por isso nós, no Reino Unido, estamos a encorajar outros países a juntarem-se a nós. Apelamos fortemente a todos os que nos estão a ouvir para encorajarem outros países a fazê-lo", afirmou.

A responsável lembrou que o Banco Central Europeu tem restrições que "podem tornar as coisas difíceis para alguns países da Zona Euro", mas disse que há formas de resolver essas dificuldades.

"Eu conheço bem o Parlamento Europeu. Pode demorar muito tempo a tomar decisões. Mas sei que quando querem, conseguem fazê-lo bastante depressa, por isso espero que estejam a ver formas de o fazer rapidamente", apelou.

O BAD é uma entidade financeira multilateral vocacionada para financiar o desenvolvimento, cujos acionistas são os governos africanos e outros países não regionais, como por exemplo Portugal.

Leia Também: FMI pede medidas para restaurar a confiança mundial

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório