Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

Mais de metade dos portugueses estão preocupados com o futuro da economia

Além do futuro da economia, o poder de compra é a segunda fonte de preocupação dos portugueses, segundo um estudo.

Mais de metade dos portugueses estão preocupados com o futuro da economia
Notícias ao Minuto

11:16 - 24/05/22 por Notícias ao Minuto

Economia Estudo

Mais de metade dos portugueses (59%) estão preocupados com o futuro da economia nacional, de acordo com o estudo 'Consumo em tempos de inflação', do Observador Cetelem, divulgado esta terça-feira. 

De acordo com o relatório, "o futuro da economia do país (59%) é o que mais preocupa atualmente os portugueses", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Esta preocupação é mais acentuada entre os inquiridos nas faixas etárias entre os 55-64 anos e os 65-74 anos (64%).

Além disso, os inquiridos residentes na região de Lisboa são também aqueles que se mostram mais preocupados com a situação económica futura (67% vs. 58% no Porto).

"Além do futuro da economia, o poder de compra é a segunda fonte de preocupação dos portugueses (57%), sendo que comparando as várias faixas etárias, os indivíduos com menos de 24 anos são os menos preocupados com este tópico e a preocupação com o seu futuro profissional surge em 2.º lugar (54%)", pode ler-se. 

O futuro do planeta (51%) 'encerra' o top 5 das principais preocupações da maioria dos inquiridos, sendo a segunda maior fonte de preocupação entre os residentes na região Sul (59%).

O "trabalho de campo" deste estudo, sublinhe-se, decorreu entre 21 de março e 18 abril. 

Leia Também: NATO: Sánchez revela que Suécia e Finlândia estarão presentes em cimeira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório