Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 31º

Empresários galegos reunidos em Gaia para fortalecer "sinergias"

Mais de 30 empresários galegos do setor turístico reuniram-se hoje em Vila Nova de Gaia para promover os seus negócios e fortalecer "sinergias" com Portugal, país que representa perto de "50% do turismo internacional" daquela região.

Empresários galegos reunidos em Gaia para fortalecer "sinergias"
Notícias ao Minuto

21:18 - 19/05/22 por Lusa

Economia Turismo

Reunidas no espaço WOW, em Vila Nova de Gaia, cerca de 35 empresas galegas do setor da hotelaria, restauração e turismo, "potenciaram hoje a Galiza em Portugal", disse à Lusa, o presidente do Cluster de Turismo da Galiza, Cesáreo González Pardal.

"Quase 50% do turismo internacional que temos é de Portugal, com o qual queremos fortalecer sinergias", referiu Cesáreo González Pardal. 

Além de uma oportunidade para estreitar relações comerciais, o evento, intitulado 'Galicia Meets Portugal', serviu também para "fortalecer as relações institucionais" entre a Galiza e Portugal, em particular, a região Norte. 

Da reunião à porta fechada, na qual marcou presença o presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, e o vice-presidente do Governo Regional da Galiza e Conselheiro Regional da Presidência, Justiça e Turismo, Alfonso Rueda Valenzuela, resultou um objetivo comum: "trabalhar conjuntamente" e procurar atrair novos mercados turísticos, como o sul e norte-americano. 

"Temos um mercado a nível europeu e transatlântico, como o México e o Brasil, no qual podemos trabalhar conjuntamente. Portugal tem um aeroporto do qual beneficiamos e através do qual o turista internacional chega à nossa região", destacou Cesáreo González Pardal, acrescentando que o objetivo é que o turista que visita Portugal, possa viajar, facilmente, até à Galiza. 

Cesáreo González Pardal adiantou à Lusa estar já agendada uma terceira reunião com os empresários portugueses e galegos para "perceber quais as suas intenções" e que novos mercados consideram "prioritários atrair para a Galiza e Portugal".

Também em declarações aos jornalistas, à margem da reunião, Luís Pedro Martins salientou que o objetivo passa por "levar dois países, uma eurorregião a promover-se no resto do mundo". 

"Há razões para pensarmos na criação de um 'cluster' da eurorregião, um 'cluster' transfronteiriço de turismo, onde juntamos empresas dos dois países que poderão realizar ações de promoção noutros países", disse, salientando que as duas regiões "têm muito em comum", como a gastronomia e vinhos, mas também os Caminhos de Santiago e Patrimónios Mundiais da Humanidade. 

"Acredito que juntos somos mais fortes", observou. 

Questionado sobre se a criação desta "eurorregião" permitiria reivindicar, junto da TAP , a importância do aeroporto Francisco Sá Carneiro, Luís Pedro Martins disse acreditar que "há razões para se acreditar no aeroporto", que serve cerca de "cinco milhões de passageiros". 

"Estamos a trabalhar com a TAP e a tentar que de facto a TAP reconheça essa importância (...) Queremos fazer a TAP acreditar que é possível aumentar o número de voos quer para os Estados Unidos, quer para o Brasil, mas também de rotas", afirmou, lembrando, contudo, que se essa não for uma prioridade para a companhia aérea portuguesa, o TPNP tem, juntamente com a tutela, de encontrar "outras soluções".

Leia Também: Telefónica vende 7% do capital da Prisa a empresários espanhóis

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório