Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

Lisboa. Redução de velocidade custa mais de 200 milhões, revela estudo

Ao que indica a BA&N Research Unit, a "redução da velocidade máxima na capital terá um impacto económico relevante, dado que prolongará os tempos de viagem dentro da cidade". 

Lisboa. Redução de velocidade custa mais de 200 milhões, revela estudo
Notícias ao Minuto

12:31 - 17/05/22 por Notícias ao Minuto

Economia Lisboa

A redução de velocidade em 10 quilómetros por hora (km/h) em Lisboa terá um "impacto económico relevante", que pode ascender aos 200 milhões de euros, uma vez que vai prolongar os tempos de viagem na cidade, estima a BA&N Research Unit. 

"Tendo em conta que na cidade de Lisboa circulam cerca de 500 mil veículos diariamente, de acordo com dados da Câmara Municipal de Lisboa, e que as distâncias percorridas por cada veículo no concelho superam os 15 quilómetros diários, (...) o custo económico estimado destas medidas supera os 200 milhões de euros", pode ler-se num comunicado emitido pela BA&N Research Unit.

De recordar que a Câmara de Lisboa aprovou, na semana passada, uma proposta do Livre que determina a redução em 10 km/h da velocidade máxima de circulação permitida atualmente e a eliminação do trânsito automóvel na Avenida da Liberdade aos domingos e feriados.

Ao que indica a BA&N Research Unit, "esta redução da velocidade máxima na capital terá um impacto económico relevante, dado que prolongará os tempos de viagem dentro da cidade". 

"Com efeito, face a uma redução da velocidade média de 50 km/h para 40 km/h, cada veículo gastará mais quase 29 horas por ano. Tendo em conta que o salário bruto médio em Lisboa é de 1.465 euros (INE), ou 8,32 euros por hora, o custo económico adicional resultante supera o montante de 120 milhões de euros", pode ainda ler-se no mesmo comunicado. 

Além disso, considerando que "cada veículo transporta 1,6 pessoas em média, de acordo com o referido inquérito do INE, então o valor do tempo adicional gasto pelos ocupantes supera os 72 milhões de euros, elevando o custo económico estimado do tempo adicional despendido para mais de 192 milhões de euros por ano".

A proposta obriga o executivo camarário a "reduzir em 10 km/h [quilómetros por hora] a velocidade máxima de circulação permitida para: 30km/h nas vias de 3.º, 4.º e 5.º nível da rede viária, para 40km/h nas vias de 2.º nível e para 70km/h nas vias de 1.º nível".

Leia Também: Ações do BCP sobem mais de 9% na bolsa em Lisboa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório