Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Governo de Moscovo surpreendido com saída da Siemens ao fim de 170 anos

A Federação Russa exprimiu hoje "a sua grande surpresa" pela decisão do grupo tecnológico e industrial alemão Siemens de sair do mercado russo por causa da decisão do Kremlin de ordenar a invasão da Ucrânia.

Governo de Moscovo surpreendido com saída da Siemens ao fim de 170 anos
Notícias ao Minuto

07:19 - 14/05/22 por Lusa

Economia Siemens

"Quanto à cooperação com a Siemens, na realidade é uma diferença grande para nós, porque a empresa está presente no mercado russo há mais de 150 anos", desde o tempo da Rússia czarista", disse o ministro do Comércio e Indústria, Denis Manturov.

Acrescentou que a decisão foi "inesperada" e que lhe pareceu "bastante estranha".

O ministro russo recordou que, perante as sanções impostas à Federação Russa, Moscovo permitiu importações paralelas de produtos sem a autorização dos titulares da propriedade intelectual.

O presidente e administrador-delegado da Siemens, Roland Busch, afirmou na quinta-feira que a empresa tinha decidido "terminar de forma ordenada as suas atividades na Federação Russa", onde estava desde há quase 170 anos.

Leia Também: Rússia ameaça atacar todo o território com mísseis desde o mar Negro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório