Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

Endesa ganha direitos para explorar central na barragem do Rabagão

A Endesa ganhou o direito de ligação dos 42 megawatt (MW) leiloados na barragem do Alto Rabagão, Montalegre, para a instalação de um projeto de energia solar fotovoltaica flutuante com investimento de 115 milhões de euros, disse hoje a empresa.

Endesa ganha direitos para explorar central na barragem do Rabagão
Notícias ao Minuto

10:29 - 05/04/22 por Lusa

Economia Endesa

"A Endesa, através da sua subsidiária Endesa Generación Portugal, ganhou o primeiro leilão solar flutuante em albufeiras na Península Ibérica com uma ligação de 42 MVA [megavolt ampere, equivalente a megawatt] com direito a instalar um projeto de energia solar fotovoltaica flutuante na albufeira do Alto do Rabagão", informou, em comunicado enviado às redações.

Segundo a empresa, o projeto naquela barragem vai envolver um investimento de cerca de 115 milhões de euros e deverá entrar em funcionamento em 2026.

Trata-se do segundo contrato ganho pela Endesa em Portugal num curto espaço de tempo, lembrou a empresa que venceu recentemente o concurso para a conversão da centra do Pego, em Abrantes, onde diz estar já a trabalhar no projeto híbrido de tecnologias renováveis, armazenamento e hidrogénio verde, com um investimento de 600 milhões de euros.

O Governo leiloou, na segunda-feira, 263 MW para instalação e exploração de centrais fotovoltaicas em sete barragens do país, dos quais 100 MW em Alqueva, o "maior projeto de solar flutuante no mundo", segundo o secretário de Estado da Energia, João Galamba.

A EDP -- Energias de Portugal também informou hoje que, através da subsidiária EDP Renováveis, obteve o direito de ligação à rede de eletricidade para uma capacidade de 70 MVA (MegavoltAmpere) no Alqueva.

Segundo o despacho publicado, na região hidrográfica do Tejo, foram a leilão 50 MW em Castelo de Bode e 33 MW no Cabril, e na região Norte serão leiloados 42 MW no Alto Rabagão, 17 MW em Vilar-Tabuaço, 13 MW em Paradela e 8 MW em Salamonde.

De acordo com o calendário enviado à Lusa, os concorrentes são hoje notificados dos resultados do leilão, seguindo-se um período de audiência prévia.

Os resultados finais deverão ser publicados no dia 19 de abril, no portal para candidaturas e no 'site' da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), e as notificações aos adjudicantes no dia 27 deste mês.

[Notícia atualizada às 10h51]

Leia Também: Tejo Energia. "Melhor projeto" não venceu concurso da central do Pego

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório