Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Já são conhecidos os 50 melhores locais para trabalhar em Portugal

Lista da Great Place to Work elenca as 50 empresas que "mais se destacaram pela excelência do ambiente de trabalho e pelas boas práticas na gestão de pessoas". 

Já são conhecidos os 50 melhores locais para trabalhar em Portugal
Notícias ao Minuto

11:35 - 01/04/22 por Notícias ao Minuto

Economia Great Place to Work

A Great Place to Work revelou, na quinta-feira, os melhores locais para trabalhar em Portugal, salientando 50 empresas que "mais se destacaram pela excelência do ambiente de trabalho e pelas boas práticas na gestão de pessoas". 

"Os setores de IT e Farmacêutico contam com várias representantes entre as empresas que partir deste momento, tornam-se grandes referências para o mercado português, relativamente aos seus modelos de gestão centrados nas pessoas e capazes de entregar elevados níveis de qualidade na experiência dos colaboradores", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

Na lista dos melhores lugares para trabalhar em Portugal até 50 colaboradores, a Anturio surge em primeiro lugar, com a Helexia a ocupar a segunda posição.

O Groupe SEB, representante de marcas de eletrodomésticos como Krups, Moulinex, Rowenta e Tefal, ocupa a primeira posição do ranking entre 51 e 100 colaboradores, seguida da tecnológica Imaginary Cloud.

Já na dimensão entre 101 e 500 colaboradores, os dois primeiros lugares ficaram por conta da indústria farmacêutica, com a Janssen a liderar, seguida da AbbVie.

A Cisco Systems mantém a liderança, surgindo no primeiro lugar do ranking entre 501 e 1000 colaboradores, seguida da também tecnológica Noesis. Quanto às empresas com mais de 1.000 colaboradores, é líder a consultora Capgemini, seguindo-se a imobiliária ERA.

"A lista ou o ranking deve ser visto como uma consequência e nunca como um fim em si mesmo. É consequência do trabalho das organizações em criar um clima de confiança e em valorizar o capital humano. Deste modo, a participação no nosso estudo deve ser entendida como uma ferramenta de diagnóstico, que irá não só provocar melhorias nos ambientes e nas relações de trabalho, mas também no negócio e nos resultados financeiros", afirma Mauricio Korbivcher, CEO & Country Manager da Great Place to Work em Portugal, citado no mesmo comunicado.

Pode consultar a lista completa aqui.

Leia Também: AHRESP: Empresas precisam de "sinais claros e objetivos" do novo Governo

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório