Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Petróleo atinge máximos de 2014 com tensão entre Rússia e Ucrânia

De acordo com a Reuters, o Brent valorizava 1,6% para 89,57 dólares por barril, pouco depois das 13h00, aquele que é o nível mais elevado desde outubro de 2014.

Petróleo atinge máximos de 2014 com tensão entre Rússia e Ucrânia
Notícias ao Minuto

14:52 - 26/01/22 por Notícias ao Minuto

Economia Petróleo

O preço do petróleo valorizou para perto de um máximo de sete anos, nos 90 dólares por barril, esta quarta-feira, à medida que aumentam as tensões entre a Rússia e a Ucrânia. 

De acordo com a Reuters, o Brent valorizava 1,6% para 89,57 dólares por barril, pouco depois das 13h00, aquele que é o nível mais elevado desde outubro de 2014.

Também o crude WTI subia, por volta da mesma hora, 1,3% para 86,73 dólares por barril.

A tensão na Ucrânia e as implicações que um conflito com a Federação Russa pode ter no mercado energético volta, assim, a impulsionar a cotação do barril.

A Rússia iniciou hoje manobras militares no Mar Negro, com a participação de mais de 20 navios, informou o Ministério da Defesa russo, num contexto de tensão nas fronteiras da Ucrânia.

Leia Também: Cotação do barril Brent sobe 2,28% para 88,25 dólares

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório