Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Crédito y Caución prevê que economia mundial vai crescer 4,2% este ano

A Crédito y Caución prevê que a economia mundial vai crescer 4,2% este ano e considera que novas variantes da covid-19 são o principal risco para o crescimento, disse hoje a seguradora de crédito em comunicado.

Crédito y Caución prevê que economia mundial vai crescer 4,2% este ano
Notícias ao Minuto

14:06 - 26/01/22 por Lusa

Economia Crescimento

De acordo com o relatório de perspetivas económicas da Crédito y Caución, o Produto Interno Bruto (PIB) mundial deverá crescer 4,2% em 2022 e 3,6% em 2023, em ambos os casos abaixo do crescimento de 5,8% de 2021.

"Embora a economia mundial tenha entrado numa fase de recuperação em 2021, graças à reabertura gradual das economias e ao avanço da vacinação, as novas variantes da covid-19, mais transmissíveis, são para a seguradora de crédito o principal risco de baixa nas perspetivas de crescimento", afirma a Crédito y Caución.

Segundo a seguradora de crédito, uma propagação mais rápida das infeções e novas restrições decididas pelos governos poderão mesmo "levar a economia mundial a um cenário de estagflação", estimando que, com uma intensificação da pandemia, o crescimento do PIB mundial poderá ser de apenas 1,6% em 2023.

Sobre a inflação global, diz a Crédito y Caución que esta "acelerou impulsionada pela subida dos preços da energia e das matérias-primas, pelo aumento dos custos de transporte e pelos constrangimentos na cadeia de valor", mas considera que este acréscimo é um processo temporário, embora admita que pode levar os bancos centrais a reverterem os estímulos monetários mais rapidamente do que o previsto.

Quanto às economias mais desenvolvidas, considera que a recuperação económica está nesses mercados "a perder força", devido a "interrupções da cadeia de fornecimento e restrições governamentais", que pesam sobre a atividade económica. Para 2022, estima que no conjunto dos mercados avançados o PIB cresça 3,8% este ano e 2,3% em 2023.

"Os estímulos fiscais e monetários estão a ser retirados, mas as economias dos mercados avançados demonstraram ser resistentes e espera-se que recuperem os níveis de produção anteriores à pandemia", refere a Crédito y Caución.

Já no conjunto das economias emergentes o crescimento do PIB previsto é de 4,6% em 2022 e 4,8% em 2023, estimando a seguradora de crédito que a Ásia continue a ser a região com maior crescimento entre os mercados emergentes.

Leia Também: Costa afirma que Portugal cresceu 4,6% em 2021 "apesar da pandemia"

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório