Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
32º
MIN 16º MÁX 35º

2021 não foi como esperado? "Não devemos ficar tão desapontados"

O governador do BdP defende que os setores que ainda não conseguiram recuperar "têm de ser apoiados até conseguirmos eliminar todos os impactos da pandemia".

2021 não foi como esperado? "Não devemos ficar tão desapontados"
Notícias ao Minuto

10:25 - 17/01/22 por Notícias ao Minuto

Economia Mário Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, disse esta segunda-feira que não devemos ficar "tão desapontados" com 2021, dado que, apesar de a economia não ter sido totalmente protegida, o mercado de trabalho recuperou.

"Não devemos ficar tão desapontados com 2021. Apesar de não termos conseguido proteger totalmente a economia, mesmo com a vacinação, em Portugal atingimos os níveis de emprego pré-pandemia e a recuperação de setores não afetados por ela. Nas nossas previsões para Portugal em 2022, o grande dinamismo vem dos setores que ainda não conseguiram recuperar, como o do turismo, serviços, restauração e hotelaria, que têm de ser apoiados até conseguirmos eliminar todos os impactos da pandemia. Não podemos penalizá-los em nome de uma crise que não é estrutural", disse Centeno, em entrevista ao El País

O antigo ministro das Finanças defende ainda que o "futuro dependerá muito do sucesso da transição climática e digital e aí os fundos europeus são cruciais", acrescentando que a emissão de dívida comum para financiar os fundos é, na sua opinião, o "maior momento de integração europeia depois do euro".

Leia Também: Evolução da inflação está "muito dependente" de fatores "temporários"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório