Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Há risco de "não termos economia bastante para o nível de Estado social"

Ex-eurodeputado do PS alerta para a questão da sustentabilidade do Estado social, em especial o sistema de segurança social, um problema que antevê "num futuro não muito longínquo" e que poderá constituir "uma receita para o desastre".

Há risco de "não termos economia bastante para o nível de Estado social"

A propósito do relatório sobre riscos orçamentais do Conselho de Finanças Públicas, Vital Moreira vem alertar para a questão da sustentabilidade do Estado social, em especial o sistema de segurança social.

O relatório, que diz que manter pensões no futuro exige 'esforços adicionais', "vem suscitar mais uma vez a questão da sustentabilidade do Estado social, em especial o sistema de segurança social, mostrando a gravidade do problema num futuro não muito longínquo, face ao envelhecimento da população e redução da população ativa, por um aldo, e ao insuficiente crescimento da produtividade e do crescimento económico, por outro lado", sublinha o constitucionalista num texto publicado no blogue Causa Nossa. 

Para o ex-eurodeputado, o risco é "óbvio": "Consiste em não termos economia bastante para o nível de Estado social existente, pelo que as contínuas propostas de reforço deste sem assegurar um melhor desempenho daquela constituem uma receita para o desastre". 

Vital Moreira defende, aliás, que o tema seja incluído na agenda do debate político da próxima campanha eleitoral, "em vez de ser remetido mais uma vez para debaixo do tapete, como é típico entre nós". 

Leia Também: Governo aprova aumentos nas pensões e atualização ao IAS

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório