Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Impostos. O que ainda pode fazer para maximizar o IRS até ao fim do ano

Fique a par de algumas dicas que podem ajudar a poupar no IRS, numa altura em que 2021 está a terminar.

Impostos. O que ainda pode fazer para maximizar o IRS até ao fim do ano

Com a entrada em dezembro, 2021 está mais perto do final. Esta altura do ano é marcada, normalmente, por despesas acrescidas relacionadas com o Natal, mas é também neste período que ainda pode fazer alguma coisa pelo IRS de 2021. Pedir fatura com número de contribuinte (NIF) é algo que deve sempre fazer. 

"Para maximizar ao máximo a poupança no IRS é essencial pedir sempre fatura com número de contribuinte, para que estas sejam consideradas no portal E-fatura. A maioria já aparecerá na categoria correta, mas é importante verificar se há erros ou se o comerciante não comunicou a sua fatura. De seguida, é necessário validar as faturas que estão pendentes, para aproveitar as deduções específicas de cada categoria. Validar as faturas dos filhos é outra tarefa imprescindível para poupar no IRS", revela o Doutor Finanças.

O Notícias ao Minuto pediu à 'clínica' especializada em finanças pessoais algumas dicas relativamente ao que os contribuintes ainda podem fazer, até ao final do ano, para maximizar o IRS. Conheça-as aqui: 

Saúde: anexar receitas médicas

"Na saúde é possível deduzir 15% do valor total das despesas, até 1.000 euros.  É preciso ter atenção que se a despesa tiver uma taxa de IVA a 23% a fatura fica pendente e só poderá ser considerada despesa de saúde se tiver prescrição médica e for anexada no E-fatura."

Educação: estudantes deslocados deduzem mais

"Cada família pode deduzir 30% das despesas de educação até aos 800 euros, mas há exceções que fazem com que o limite da dedução aumente. É o caso dos estudantes deslocados no interior do país ou regiões autónomas: podem deduzir 40% das despesas de educação, com o limite global a subir para 1.000 euros.

No caso dos estudantes deslocados a mais de 50 km da sua residência (e até aos 25 anos), o limite global das deduções também é de 1.000 euros. Para as despesas de educação poderem ser dedutíveis têm de estar isentas de IVA ou ter taxa reduzida (6%)."

Desporto: necessário reclassificar fatura

"Por defeito as despesas associadas à prática desportiva entravam na categoria de despesas gerais familiares, mas desde setembro de 2021 que já é possível colocá-las na secção própria e assim descontar até 15% do IVA até ao limite de 250 euros, à semelhança do que acontece com despesas em restaurantes, cabeleireiros ou veterinário."

Fazer contas e antecipar compras

"Depois de classificar e validar as faturas, é preciso verificar se ainda há margem para deduzir. Se for o caso, pode ser interessante antecipar uma compra de maior valor que estava prevista para o início de 2022, de forma a poder poupar mais no IRS."

Constituir/reforçar o PPR

"Outra estratégia passa por alocar parte das poupanças para constituir ou reforçar um Plano Poupança Reforma (PPR) antes do final do ano, para aproveitar os benefícios fiscais em sede de IRS, que corresponde a uma dedução de 20% do valor investido, mas cujo limite varia em função da idade do subscritor: para quem tem menos de 35 anos o limite é maior, de 400 euros."

Leia Também: Recebe subsídios ou pensões? Estas são as datas de pagamento em dezembro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório