Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 22º

Financiamento especializado recupera e supera contração da economia

O financiamento especializado, ou seja, as modalidades de 'leasing', 'factoring' e 'renting', recuperou e conseguiu superar a contração da economia, nos primeiros nove meses do ano, revelou hoje a Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF).

Financiamento especializado recupera e supera contração da economia
Notícias ao Minuto

14:15 - 11/11/21 por Lusa

Economia Associação

"O financiamento especializado está a conseguir superar a forte contração da economia, com recuperação generalizada no acumulado dos três trimestres de 2021", disse a ALF, em comunicado, acrescentando que estes valores são referentes ao período de janeiro a setembro e "evidenciam uma recuperação generalizada nos três setores representados pela associação".

De acordo com a ALF, o 'factoring' (cedência de créditos comerciais de curto prazo por parte de uma empresa a uma instituição financeira) "registou nos primeiros nove meses deste ano um crescimento de 8,9% nos créditos tomados relativamente ao período homólogo de 2020, alcançando 24,68 mil milhões de euros".

A associação acrescentou que "este é o setor com maior aproximação a 2019 no acumulado dos três trimestres, estando já em linha com a produção de 24,73 mil milhões de então", lê-se na mesma nota.

Paralelamente, o 'confirming', modalidade em que a instituição financeira substitui o seu cliente no pagamento aos seus fornecedores, "registou um acréscimo de 978 milhões de euros, face ao período homólogo de 2020, totalizando 10,13 mil milhões de euros em créditos tomados, traduzindo-se num crescimento de 10,7%".

A ALF destacou, neste segmento, a produção de 'factoring' internacional, "que cresceu 13,3% face a 2020, para os 3,11 mil milhões de euros, mas mantém-se 400 milhões de euros aquém de 2019".

Por sua vez, o 'leasing' (locação financeira) "espelha igualmente o melhor desempenho económico, com investimentos financiados no valor de 1,77 mil milhões de euros, mais 6,5% que no período homólogo de 2020", indicou a ALF.

A associação detalhou que o 'leasing' mobiliário "registou 1,26 mil milhões de euros nos três trimestres de 2021, representando ganhos de 8,0% face a valores de janeiro a setembro de 2020", enquanto o imobiliário "totalizou 512,5 milhões de euros de produção, reforço de 3,0% na comparação homóloga".

Por fim, o 'renting' (aluguer operacional de viaturas), "com uma produção de 17.561 viaturas ligeiras, regista um decréscimo de 10,9%, com o valor dos novos contratos a alcançar os 404,2 milhões de euros", sendo que "as viaturas ligeiras de passageiros totalizaram as 14.714 viaturas, menos 1.235 unidades que no período homólogo, enquanto as viaturas comerciais totalizaram 2.847, menos 903 do que em 2020".

De acordo com a ALF, "apesar da redução na produção nova, a frota total gerida pelas 'rentings' aumentou 0,4% totalizando 119.587 viaturas ligeiras, com um valor contabilístico de 1,92 mil milhões de euros", lê-se na mesma nota, onde a associação explicou ainda que "a ligeira expansão das frotas geridas em 'renting' traduz parcialmente o prolongamento dos contratos existentes como forma de apoio aos clientes".

Leia Também: Instagram recebeu a pior nota em avaliação de grupo feminista

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório