Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Lucros do BCP caem 59,3% para 59,5 milhões de euros até setembro

O BCP teve lucros de 59,5 milhões de euros entre janeiro e setembro, menos 59,3% do que nos primeiros nove meses de 2020, divulgou hoje o banco.

Lucros do BCP caem 59,3% para 59,5 milhões de euros até setembro
Notícias ao Minuto

17:22 - 27/10/21 por Lusa

Economia BCP

Na informação hoje divulgada ao mercado, o BCP disse que o resultado líquido de 59,5 milhões de euros inclui 313,5 milhões de euros de provisões para riscos legais dos créditos em francos suíços da operação na Polónia. Se fossem excluídas estas provisões, o lucro teria aumentado 20% para 215,3 milhões de euros, acrescenta o banco.

Ainda entre janeiro e setembro, a margem financeira subiu 1,3% para 1.168,6 e as comissões 7,2% para 534,2 milhões de euros.

Os custos operacionais cresceram 4,8% para 851,7 mihões de euros, sendo que há um custo de 87,6 milhões de euros da redução de trabalhadores em Portugal. O BCP espera que com esta redução poupe de futuro, anualmente, 30 a 35 milhões de euros.

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse hoje que o banco vai reduzir 800 trabalhadores no total do ano, no âmbito do processo de reestruturação. Desses, 23 são alvo de despedimento coletivo (pois não aceitaram as condições de saída), enquanto os restantes chegaram a acordo (rescisões por mútuo acordo e reformas antecipadas).

No fim de setembro, o crédito a clientes (bruto) consolidado do BCP era de 58,3 mil milhões de euros, mais 4% face a setembro de 2020, sendo que só em Portugal aumentou 3,7% para 40 mil milhões de euros.

Na apresentação de resultados, Miguel Maya destacou a descida do rácio de crédito problemático (NPE - 'non-performing exposures', na expressão técnica em inglês) para 4,9% do em setembro (face aos 5,9% de dezembro passado).

"Pela primeira vez o rácio NPE está abaixo de 5%, mas vamos continuar a ser muito intensos na redução", afirmou..

Os recursos totais de clientes (em que se incluem os depósitos) aumentaram 8,7% para 90,6 mil milhões de euros em setembro. Apenas em Portugal subiram 9,6% para 64,5 mil milhões de euros.

O BCP fechou setembro com 6.511 funcionários e 447 agências em Portugal.

Questionado sobre a compensação aos trabalhadores pelos cortes salariais entre 2014 e 2017, Maya afirmou que a maioria dos funcionários dos banco já recebeu na totalidade a compensação e que a parte que falta é referente a quem tem os salários mais elevados. Contudo, não quis indicar o valor que falta devolver, considerando que é matéria do banco e dos funcionários.

[Notícia atualizada às 21h42]

Leia Também: PSI20 segue negativo com Galp e BCP a pressionarem negociações

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório