Meteorologia

  • 03 JULHO 2022
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 28º

Comercialização do Vinho Madeira cresceu em quantidade e valor

A comercialização de vinho generoso 'Madeira' aumentou 46% em quantidade, que rondou os 776 mil litros, e cerca de 70% em valor, representando receitas na ordem dos 5,4 milhões de euros no terceiro trimestre deste ano, foi hoje divulgado.

Comercialização do Vinho Madeira cresceu em quantidade e valor

Os dados foram avançados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) numa análise efetuada entre julho e setembro, em comparação com o mesmo período do ano passado, tendo por base os dados do Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira (IVBAM).

Também é referido que, em termos homólogos, "as exportações para os países da União Europeia aumentaram 41,0% em volume e 38,8% em valor".

A DREM aferiu que "a mesma tendência verificou-se nos países terceiros para os quais as vendas cresceram 47,5% em quantidade e 88,7% em receitas de primeira venda".

"Da mesma forma, as vendas de vinho 'Madeira' realizadas no conjunto do território nacional aumentaram tanto em volume (+69,1%) como em valor (+97,2%)", lê-se na informação disponibilizada.

No que diz respeito ao mercado regional, a DREM aponta que as vendas aumentaram 381,4% em volume e 219,3% em valor, enquanto o mercado continental registou um desempenho negativo, com decréscimos em volume(68,5%) e em valor (51,4%).

Numa análise aos primeiros nove meses de 2021, indica que "tanto a quantidade comercializada como o valor de primeira venda apresentaram variações homólogas positivas de +15,1% e de +29,9% respetivamente".

A DREM salienta que este aumento nas quantidades foi "transversal a todos os mercados", enunciando que o comunitário cresceu 11,0%, o extracomunitário 25,1% e o nacional 8,3%.

Quanto ao valor de primeira venda, registaram-se igualmente aumentos em todos os mercados: no comunitário (+19,1%), no extracomunitário (+42,4%) e no nacional (+23,7%).

A DREM realça que, nos primeiros nove meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2020, verificou-se um crescimento nas vendas para a Holanda (+68,2% nas quantidades e +42,6% em valor), Dinamarca (+62,2% em volume e +66,2% em receitas de primeira venda) e para os Estados Unidos da América (+54,2% nas quantidades e +77,1% em valor).

Em sentido contrário, aconteceram as reduções de vendas verificadas nos mercados chinês (-10,1% em quantidade e -17,3% em valor) e sueco (-9,4% em quantidade e -11,7% em valor).

"Apesar do crescimento face a 2020 em termos acumulados (ou seja, de janeiro a setembro), a comparação com o mesmo período de 2019 mostra que se está ligeiramente aquém dos valores deste ano em termos de quantidades comercializadas ( 4,7%), mas já acima no que respeita ao valor (+3,3%)", conclui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório