Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

PSI20 seguia em queda com JM e Galp a pressionarem negociações

A bolsa de Lisboa seguia hoje em terreno negativo, mantendo a tendência de abertura e das congéneres europeias, com as ações da Jerónimo Martins e da Galp a pressionarem as negociações.

PSI20 seguia em queda com JM e Galp a pressionarem negociações
Notícias ao Minuto

10:12 - 18/10/21 por Lusa

Economia PSI20

O principal índice, o PSI20, na sexta-feira, encerrou em alta, acompanhando os ganhos registados nas principais praças europeias, tendo avançado 0,67% para 5.658,55 pontos.

Hoje, pelas 09:15, o PSI20 seguia em alta de 0,09% para 5.663,62 pontos, com nove ações em alta, cinco em baixa e cinco inalteradas.

A REN e a Novabase eram as ações que mais caíam, com perdas de 1,69% e 1,67% para 2,62 euros e 4,70 euros.

A Jerónimo Martins e a Galp Energia seguiam também em queda de 0,78% e 0,44% para 19,08 e 9,91 euros, respetivamente.

Do lado dos ganhos, a Greenvolt e os CTT seguiam em alta de 1,88% para 6,50 euros e 1,71% para 5,06 euros, respetivamente.

A EDP seguia em alta de 0,88% para 4,71 euros e a EDP Renováveis avançava 0,73% para 22,16 euros.

O BCP, por sua vez, seguia inalterado nos 0,16 euros.

As principais bolsas europeias estavam hoje em queda, com os investidores preocupados com o abrandamento da economia na China, que provocou descidas generalizadas nos mercados asiáticos.

O Produto Interno Bruto (PIB) da China avançou 4,9% no terceiro trimestre do ano, num abrandamento face aos 8% de crescimento observados no segundo trimestre, segundo dados oficiais divulgados hoje.

O abrandamento da economia chinesa era já esperado pelos analistas, devido à atual crise energética, que está a provocar interrupções de produção nas fábricas, a que acrescem as preocupações com o setor imobiliário devido ao caso Evergrande.

Neste contexto, o preço do crude sobe hoje de novo, o que eleva os receios inflacionistas e os seus efeitos tanto nas perspetivas de crescimento, como nas políticas monetárias dos bancos centrais.

Na abertura, o barril de Brent, de referência na Europa, seguia a renovar máximos desde 2018, negociando acima dos 85 dólares/barril (85,50 dólares).

No mercado cambial, o euro está também em queda, com a moeda única europeia a desvalorizar-se 0,22% perante o dólar, para 1,1576 dólares.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 0,05%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório