Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Fogos: Arganil prepara futuro com propostas da Universidade de Harvard

Um projeto para promover a capacidade de resistência aos incêndios das áreas florestais, desenvolvido pela Universidade de Harvard, foi hoje anunciado pela Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF).

Fogos: Arganil prepara futuro com propostas da Universidade de Harvard
Notícias ao Minuto

13:46 - 15/10/21 por Lusa

Economia Incêndios

"Algumas das ideias e dos conceitos" propostos no projeto Canary in the Mine, realizado por aquela instituição de ensino superior dos Estados Unidos da América, foram aprovados depois de uma candidatura submetida pela Câmara de Arganil, no distrito de Coimbra, no âmbito do programa Condomínios de Aldeia, refere a AGIF em comunicado.

Citada na nota, a criadora do projeto, Sílvia Benedito, arquiteta paisagista e professora da Universidade de Harvard, caracterizou o resultado do trabalho já realizado como "um exemplo de como as entidades nacionais e locais em Portugal podem explorar" as propostas do Canary in the Mine, que preveem, designadamente, o recurso às técnicas ancestrais do fogo e a plantação de rosmaninho.

"O projeto nasce a partir das conclusões retiradas dos fogos florestais que ocorreram em Portugal, em 2017, pela mão da professora de Harvard, que analisou a relação paisagem-ecologia do fogo e desafiou um conjunto de alunos da Universidade a focaram-se no conjunto das aldeias do concelho de Arganil, ao longo dos baldios", adianta a AGIF.

Os estudantes apresentaram 11 projetos, "explorando potenciais cenários de desenvolvimento económico, numa região caracterizada por uma longa história de eventos pírricos".

Entre os dias 09 e 11, as conclusões do projeto, "que visa redesenhar as paisagens ardidas" há quatro anos, foram apresentadas em Arganil e Lisboa com o lançamento de um livro, a inauguração de uma exposição e a realização de debates e 'workshops'.

A iniciativa, cuja candidatura "está ainda em fase de contratação", envolve agentes locais de Arganil, a Câmara Municipal e o Governo, refere a AGIF.

"Este é o primeiro passo para que algumas das propostas apresentadas no âmbito do projeto, promovido em conjunto pela Universidade de Harvard e a Câmara de Arganil, comecem a ser implementadas no terreno", de acordo com o comunicado.

"O projeto Canary in the Mine estimula os decisores a olhar para soluções mais abrangentes que tenham em conta o impacto no terreno do desenho de faixas de gestão combustível, a relevância do mosaico, a diversidade de espécies e a importância de uma gestão ativa sustentável, baseada nas capacidades locais e para as comunidades locais", salienta a nota.

Leia Também: Projeto quer tornar as comunicações de emergência mais resilientes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório