Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

OE2021. INE divulga hoje défice do 2.º trimestre e valor do saldo de 2020

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga hoje o défice orçamental do segundo trimestre de 2021 e a segunda notificação do procedimento dos défices excessivos de 2020, podendo confirmar ou rever o valor de 5,7% indicado em março.

OE2021. INE divulga hoje défice do 2.º trimestre e valor do saldo de 2020
Notícias ao Minuto

06:29 - 23/09/21 por Lusa

Economia OE2021

No primeiro trimestre de 2021, o saldo das Administrações Públicas (AP) atingiu o valor negativo de 2.813,1 milhões de euros (5,7% do PIB), o que compara com um défice de 1,2% no período homólogo, segundo a informação divulgada pelo INE em junho.

O agravamento no primeiro trimestre do ano refletiu o confinamento geral decretado pelo Governo devido à pandemia de covid-19.

O défice registado no primeiro trimestre do ano ficou acima das previsões do Ministério das Finanças para o conjunto do ano, de 4,5% do PIB.

A previsão do Governo é mais otimista do que a do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do que a previsão da OCDE, de 5% e de 4,8%, respetivamente.

Já o Conselho das Finanças Públicas estima que o défice fique em 4,2% do PIB este ano.

Os economistas consultados pela Lusa na quarta-feira anteciparam uma melhoria do saldo orçamental no segundo trimestre, tendo em conta que, no primeiro trimestre, foi decretado um confinamento geral devido à covid-19.

O INE também vai divulgar hoje a segunda notificação do Procedimento dos Défices Excessivos (PDE) relativa a 2020, confirmando ou revendo o valor conhecido em março.

Nessa altura foi reportado um défice de 5,7% do PIB em 2020 em contabilidade nacional, correspondente a 11.501,1 milhões de euros, tendo o país regressado assim a terreno negativo após o excedente de 2019.

Com as contas nacionais trimestrais por setor institucional, o INE divulga ainda a taxa de poupança das famílias no segundo trimestre, que deverá registar uma diminuição, segundo os economistas consultados.

No primeiro trimestre do ano, período de confinamento geral, a taxa de poupança das famílias aumentou para 14,2% do rendimento disponível, atingindo o valor mais alto das séries das contas nacionais do INE.

Leia Também: OE2021. Economistas antecipam melhoria do défice no segundo trimestre

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório