Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 28º

Edição

Aumentou salário de funcionários para 70 mil dólares e empresa prosperou

CEO da Gravity Payments diz que a medida foi um sucesso sobretudo porque os funcionários se tornaram "extremamente leais".

Aumentou salário de funcionários para 70 mil dólares e empresa prosperou

Em 2015, quando Dan Price decidiu estabelecer um salário de 70 mil dólares por ano (cerca de 60 mil euros) para todos os seus funcionários, muitos não acreditaram no sucesso da medida e previram a falência da empresa. Outros viram nesta decisão um ato heroico. 

Volvidos seis anos, o CEO da  Gravity Payments, com sede em Seattle, garante que a empresa prosperou. 

Em entrevista à CBS News, Dan revelou que desde então o número de funcionários quase duplicou, continuando a assegurar o salário anual de 70 mil dólares, o mesmo que o próprio recebe. 

De acordo com o Economic Policy Institute, a remuneração média de um CEO é 320 vezes maior do que os salários dos seus funcionários. Para tomar esta decisão, considerada arriscada e fora daquilo que se espera de uma empresa, Dan vendeu uma segunda casa que tinha e usou as suas poupanças.

E, ao que parece, foi uma decisão acertada. Os lucros da empresa aumentaram. Dan acredita que isso aconteceu sobretudo porque os funcionários se tornaram "extremamente leais". "A taxa de rotatividade caiu para metade. Quando temos funcionários que ficam o dobro do tempo, o conhecimento deles sobre como ajudar os nossos clientes dispara com o tempo", explicou, assinalando que mais empresas deviam seguir o seu exemplo. 

Durante a pandemia, como qualquer empresa do mundo, a Gravity Payments sofreu uma quebra, perdendo 55% do negócio em março de 2020. Chegou a estar a apenas quatro meses do colapso. No entanto, conseguiu recuperar depois de uma boa parte dos  funcionários se ter voluntariado para reduzir temporariamente o salário. Entretanto, a saúde da empresa já voltou ao normal e, com isso, já foi restabelecido o vencimento normal, tendo a empresa reembolsado os trabalhadores que tinham sofrido uma redução no salário. 

Para agradecer os sacrifícios e o facto de ter tornado os seus sonhos possíveis, os funcionários decidiram comprar-lhe um carro, um gesto que significou muito para Dan. "Fizeram muito mais por mim do que eu podia imaginar. É incrível e muito especial", disse. E, se por um lado, comprar um carro estava perfeitamente ao seu alcance com o antigo salário, por outro lado Dan diz ser muito mais feliz agora. 

No Facebook, Dan Price dá conselhos sobre como lidar com os funcionários evitando comportamentos de exploração. "Chefes: parem de enviar e-mails e mensagens no fim de semana. A não ser que estejam a pagar um extra para a pessoa responder, isso é clássica exploração do trabalhador", escreveu. 

"Mesmo que envie mensagens no fim de semana com a intenção de que as pessoas respondam na segunda-feira, está a definir o tom de que os trabalhadores 'supostamente' estão a trabalhar (...) Uma maneira simples de evitar isso é agendar mensagens para serem enviadas durante a semana de trabalho. Se houver uma verdadeira emergência, as pessoas vão entender. Mas, caso contrário, o trabalho pode esperar", acrescentou. 

Leia Também: easyJet anuncia novo avião em Faro e criação de 30 postos de trabalho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório