Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Mais de metade da produção de eletricidade em agosto foi renovável

Os dados foram divulgados pela Adene.

Mais de metade da produção de eletricidade em agosto foi renovável

Em agosto, mais de metade (58,2%) da produção de eletricidade teve origem renovável, de acordo com os dados divulgados, esta terça-feira, pela Agência para a Energia - ADENE. 

"Destaca-se a produção eólica como a principal tecnologia de produção de eletricidade renovável, representando cerca de 23,1% do total da eletricidade produzida, e também, o solar fotovoltaico que contribuiu em cerca de 7,1% da produção total de eletricidade, sendo o seu contributo até à data, o mais elevado do ano", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

A ADENE adianta ainda que o "ano relativamente seco tem penalizado gradualmente a produção da hidroeletricidade, tendo representado em agosto cerca de 18,8% do total da eletricidade produzida, valor mais baixo dos primeiros oito meses do ano".

Vale lembrar que a produção de energia renovável abasteceu 63% do consumo de energia elétrica em Portugal nos primeiros oito meses do ano, segundo dados divulgados pela REN - Redes Energéticas Nacionais.

A hidroelétrica foi responsável por 28%, a eólica 25%, a biomassa 7% e a fotovoltaica 3,6%.

A produção não renovável abasteceu 30% do consumo, repartida por gás natural, com 28%, e carvão, com 2%, enquanto os restantes 7% corresponderam a energia importada, segundo dados da REN hoje divulgados.

[Notícia corrigida às 10h36]

Leia Também: Portugueses mostram mais interesse em energia renovável para autoconsumo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório