Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
20º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Sonae compra 95,4% do capital da Claybell por 75 milhões

A Sonae Food4Future, subsidiária da Sonae SGPS, concluiu a aquisição de 95,4% do capital social e direitos de voto da Claybell Limited por 75 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

Sonae compra 95,4% do capital da Claybell por 75 milhões
Notícias ao Minuto

19:24 - 06/09/21 por Lusa

Economia Aquisição

"A Sonae SGPS informa que a sua subsidiária Sonae Food4Future concluiu a aquisição de 95,4% do capital social e dos direitos de voto da Claybell Limited, a qual detém 100% da Gosh Food Limited, que comercializa sob a marca 'Gosh!', pelo valor total de 64 milhões de libras (75 milhões de euros)", lê-se no comunicado remetido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na sequência desta operação, a Gosh, empresa de produtos alimentares de origem vegetal, vai continuar a ser gerida "pela equipa atual", com uma participação minoritária de 4,6%.

A empresa, que tem sede no Reino Unido, totalizou um volume de negócios normalizado de 22 milhões de libras (26 milhões de euros) no exercício fiscal que terminou em maio de 2021.

No documento, a Sonae refere ainda que a operação está em linha com a sua estratégia de gestão do portfólio.

"[...] A transação permite à Sonae investir na atrativa indústria de alimentação natural de base vegetal, alavancando o seu 'know-how' [conhecimento] nos setores alimentar e de retalho por forma a acelerar o plano de criação de valor da empresa", apontou.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da Sonae SGPS cederam 0,44% para 0,92 euros.

Leia Também: Sonae MC vende 50% do capital da Maxmat e encaixa 68 milhões de euros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório