Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Produtos vínicos têm que ser registados a partir de agosto

Os detentores de produtos vínicos estão obrigados a declarar, entre agosto e setembro, os volumes detidos, através de submissão eletrónica no Sistema de Informação da Vinha e do Vinho (SIVV), sendo que as multas podem ir até 10.000 euros.

Produtos vínicos têm que ser registados a partir de agosto
Notícias ao Minuto

15:35 - 30/07/21 por Lusa

Economia SIVV

"A apresentação da declaração de existências constituí uma obrigação de todos os detentores de produtos vínicos, reportando-se aos volumes detidos em 31 de julho de 2021", lê-se numa nota informativa do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV).

À semelhança do que aconteceu nas anteriores campanhas, a declaração em causa é efetuada por submissão eletrónica no SIVV.

O prazo de entrega decorre entre 01 de agosto e 10 de setembro, sendo que o incumprimento da apresentação da declaração pode levar a penalizações, como multas entre 250 euros e 10.000 euros.

"No caso de necessitar de apoio na submissão eletrónica da declaração de existências deverá dirigir-se a um balcão de apoio das Confederações de Agricultores ou das Comissões Vitivinícolas", apontou o IVV.

Leia Também: Seis pessoas detidas por tráfico de droga na área da grande Lisboa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório