Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Empresas da UPTEC registaram um volume de negócios de 135 milhões em 2019

As 176 empresas que integravam a UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto em 2019 registaram um volume de negócios de 135 milhões de euros, 55% dos quais provém de exportações, revela hoje um estudo.

Empresas da UPTEC registaram um volume de negócios de 135 milhões em 2019
Notícias ao Minuto

12:08 - 28/07/21 por Lusa

Economia Estudo

O estudo, realizado pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) e a que a Lusa teve hoje acesso, visava perceber o impacto económico das empresas da UPTEC.

"A UPTEC destaca-se como um importante agente de inovação, de empreendedorismo e de emprego qualificado na região Norte de Portugal e como interface entre o meio universitário e o meio empresarial", sublinha o estudo, que estimou os efeitos diretos, indiretos e induzidos gerados sobre a economia ao nível do Produto Interno Bruto (PIB) do emprego, das remunerações e das receitas fiscais.

De acordo com o documento, em 2019, as 176 empresas da UPTEC - 119 das quais instaladas e 57 graduadas - registaram um volume de negócios de cerca de 135 milhões de euros e as exportações significaram 55% do valor, ou seja, 74 milhões de euros.

"Também importa realçar que os 1.436 colaboradores destas empresas auferiram aproximadamente 60 milhões de euros em remunerações", refere.

Relativamente ao impacto económico das empresas em 2019, as 176 que integravam a comunidade da UPTEC geraram um impacto na ordem dos 284 milhões de euros no PIB e a sua atividade foi responsável pela geração de 6.464 postos de trabalho.

Estes postos de trabalho "auferiram 253 milhões de euros em remunerações, tendo gerado 49 milhões de euros em receitas fiscais para o Estado", estima o estudo.

"Esta empresas terão gerado mais de 49 milhões de euros para as receitas fiscais do Estado. Estes valores, comparativamente aos anos anteriores [2017 e 2018], mostram que o impacto destas empresas é positivo e crescente ao longo do tempo", indica.

Relativamente à atividade de exploração e investimento da UPTEC, o impacto económico resultante no PIB atingiu os 2,73 milhões de euros em 2019.

Em termos de emprego, a atividade desenvolvida contribuiu com 80 postos de trabalho que auferiram um volume de remunerações na ordem dos 1,87 milhões de euros.

"Ao nível das receitas fiscais, a atividade da UPTEC gerou 1,74 milhões de euros para as receitas do Estado", afirma o estudo.

Já os dados agregados da comunidade constituída pela própria UPTEC e pelas 176 empresas mostram que o impacto estimado no PIB, em 2019, foi de 287 milhões de euros e a sua atividade responsável por 6.545 postos de trabalho.

Estes postos de trabalho "auferiram cerca de 255 milhões de euros em remunerações, tendo-se gerado 51 milhões de euros em receitas fiscais arrecadadas para o Estado", acrescenta.

O estudo, que tem como primeiro autor Paulo Carvalho, da FEP, teve por base a análise input-output que recorre aos dados multiplicadores de Leontief para estimar os efeitos multiplicadores que são gerados para a economia nacional.

A UPTEC iniciou atividade em 2007, sendo constituída por três centros: UPTEC - Asprela, UPTEC - Baixa e UPTEC - Mar, onde se encontram instaladas empresas inovadoras e projetos de base tecnológica avançada.

Leia Também: Estudos revelam 21 maneiras de diminuir o risco de Alzheimer

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório