Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Salários podem ter baixado mais do que as estatísticas mostram

A redução dos salários em Espanha, que começou em 2010, "pode ter sido mais intensa" do que refletem as estatísticas sobre custos laborais, segundo uma análise divulgada hoje pelo Banco de Espanha (BE).

Salários podem ter baixado mais do que as estatísticas mostram

No boletim económico divulgado hoje, o BE refere que as mudanças na composição do emprego durante a crise mostram um aumento do peso relativo dos trabalhadores mais qualificados que, em média, recebem salários mais elevados.

O facto de as bases de descontos aumentarem a um ritmo de 1,3% ao ano deve-se, na opinião do banco central, ao aumento do peso dos trabalhadores com maiores salários médios no total da população espanhola.

Grande parte dos empregos perdidos foi de trabalhadores com menor formação e experiência que, em média, recebiam salários mais baixos.

Este grupo inclui trabalhadores mais jovens, estrangeiros, com menor nível educativo ou com menos tempo nas empresas.

O BE refere que a informação relativa ao início do ano já disponível assinala que se mantém o tom "moderadamente positivo" da atividade económica, com sinais "contraditórios" sobre o consumo doméstico.

Continua igualmente o "padrão de melhoria progressiva" do mercado de trabalho, que se observou no último trimestre de 2013.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório