Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Depósitos das famílias em máximos. Eram 168,5 mil milhões em junho

Os depósitos de particulares nos bancos residentes totalizaram 168,5 mil milhões de euros no final de junho, anunciou o Banco de Portugal, esta terça-feira.

Depósitos das famílias em máximos. Eram 168,5 mil milhões em junho

Os depósitos das famílias nos bancos continuam a aumentar e fixaram um novo recorde. Os dados divulgados, esta terça-feira, pelo Banco de Portugal (BdP) revelam que, no final de junho, os depósitos de particulares nos bancos residentes totalizaram 168,5 mil milhões de euros. 

"Os depósitos de particulares nos bancos residentes totalizaram 168,5 mil milhões de euros no final de junho. A tva foi de 7,0%, valor 0,5 pp abaixo do registado em maio", pode ler-se no comunicado do BdP.

Há um mês, recorde-se, o BdP revelou que os depósitos ascendiam a 166,7 mil milhões de euros em maio. 

Vale também salientar que, em junho de 2021, os empréstimos concedidos pelos bancos a sociedades não financeiras apresentaram uma taxa de variação anual (tva) de 6,3%, menos 1,1 pontos percentuais (pp) do que o observado no mês anterior. 

"Esta redução é transversal a todas as classes de dimensão das empresas, destacando-se a tva dos empréstimos às microempresas, que diminuiu 1,5 pp para 11,5%", pode ler-se.

Leia Também: Rendimento bruto declarado deduzido do IRS liquidado cresceu em 2019

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório