Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

PSI20 segue em queda com ações do BCP a pressionarem negociações

A bolsa de Lisboa seguia hoje em queda, mantendo a tendência da abertura, com as ações do BCP a pressionarem as negociações.

PSI20 segue em queda com ações do BCP a pressionarem negociações
Notícias ao Minuto

09:34 - 27/07/21 por Lusa

Economia mercados

Na segunda-feira, o principal índice, o PSI20, fechou a subir, pela quinta sessão consecutiva, a ganhar 0,49% para 5.100,90 pontos e o BCP a liderar as subidas.

Hoje, pelas 09:00, o PSI20 seguia em queda de 0,85% para 5.057,77 pontos, com 13 ações em baixa, duas em alta e três inalteradas.

O BCP e os CTT eram as ações que mais desciam, com quedas de 2,81% e 2,11% para 0,12 euros e 4,40 euros, respetivamente.

O BCP anunciou na segunda-feira depois do fecho da bolsa que registou um lucro de 12,3 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, menos 84% do que no mesmo período de 2020.

A margem financeira manteve-se estável (768,2 milhões de euros no primeiro semestre), enquanto o produto bancário subiu 6,6% em termos homólogos para 1.122,6 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano.

Os custos operacionais cresceram 7,9% para 591,8 milhões de euros, mas há que ter em conta que o banco registou 87,2 milhões de euros de custos de reestruturação em Portugal.

Segundo o presidente executivo do BCP, Miguel Maya, o banco pretende que saiam este ano entre 800 e 900 trabalhadores por reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo e admite recorrer a despedimento coletivo se não atingir as saídas pretendidas.

A EDP, por seu turno, seguia em queda de 1,28% para 4,47 euros e a Galp Energia recuava 0,96% para 8,43 euros.

A Jerónimo Martins e a Novabase seguiam em alta de 0,75% e 0,22% para 16,69 euros e 4,53 euros, respetivamente.

As principais bolsas europeias estavam hoje também em baixa, à espera da atualização das estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do início da reunião de política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed).

Os investidores também estão pendentes hoje da apresentação dos resultados das grandes tecnológicas dos Estados Unidos

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1780 dólares, contra 1,1812 dólares na segunda-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em setembro abriu também em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 74,44 dólares, contra 74,50 dólares na segunda-feira e o atual máximo desde pelo menos o início de 2018, de 77,16 dólares, verificado em 05 de julho.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a perder 0,12%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório